terça-feira, 31 de dezembro de 2013

Dani Fernandes e Cortando as Tranças nas redes sociais!

  Pessoal, além do blog eu mantenho algumas outras contas na internet.

  Curtam a página do blog no Facebook e mantenham-se atualizados :

https://www.facebook.com/CortandoAsTrancas?ref=hl

  O meu twitter pessoal é https://twitter.com/DaniPFernandes mas confesso que não estou usando muito pois criei uma conta no Instagram e no momento ele tem sido mais interessante.

  Podem me encontrar no Instagram como @danipfernandes3 ou acessa-lo pelo link: http://web.stagram.com/n/danipfernandes3/

Meu 2013


  Olá queridos leitores.

  Esse ano de 2013 foi um ano de muita luta, estresse, e por algumas vezes houve momentos de muito choro, porém creio que essas coisas ruins me ensinaram a valorizar ainda mais as coisas boas. Eu aprendi o verdadeiro valor do trabalho, como é bom se firmar em um emprego e poder conquistar as coisas que você sempre sonhou em ter, desde um guarda roupa abarrotado de roupas novas a me dar o luxo de comprar uma televisão de 50 polegadas para meu quarto.

   Mas dentre todas as coisas o que mais me marcou esse ano foi o amor, o amor cresceu e amadureceu das mais diversas formas, desde amando minha mãe incondicionalmente, meu relacionamento com meu namorado amadurecendo e amar minha pequena coelha Lili de maneira simples assim como ela me ama demonstrando com pequenos gestos mas de grande valor.

  Sei que estive ausente esse ano por aqui, mas é que realmente esse ano não foi fácil para mim, e como não estava com inspiração para escrever não quis postar qualquer coisa aqui apenas para "encher linguiça".

  Eu estou muito esperançosa quanto ao novo ano, 2013 tem terminado como um capítulo de um livro que deixa você morto de curiosidade para saber o que vem depois.

  Desejo a todos vocês leitores muita paz, amor, sonhos, disposição e dinheiro.

  Feliz 2014!

sexta-feira, 27 de dezembro de 2013

O que aprendi sobre amor com o passar do tempo

  Nesse mês eu e meu namorado completamos um ano e um mês juntos e posso perceber a mudança no nosso relacionamento, não entramos na mesmice, pelo contrário nosso amor só aumenta e junto com ele a confiança e amizade andam de mãos dadas.

  Estamos vivendo novas experiências boas e ruins, boas como olhar nos olhos do outro e saber que o ama e ter certeza do que quer para o futuro, ruim quando por algum motivo discutimos e apesar do orgulho gritar para que você continue a brigar optar por pedir perdão e encerrar a discussão.

  A saudade quando estamos longe ainda não diminuiu, pelo contrário só aumentou e a vontade de ficar juntos de verdade, de ter nossa casa e casar aumenta a cada dia, o que nos faz ter mais responsabilidade financeira, trabalhando e economizando.

  Enfim, sinto que finalmente estou me tornando uma adulta e estou muito feliz com isso, pois tem acontecido mais naturalmente do que eu esperava.

  Caminho com calma, um passo de cada vez para não pisar em falso, e apesar das dificuldades que enfrento ao confrontar meu eu todos os dias para ser uma pessoa melhor,sigo caminhando com fé de que amanhã será um dia melhor.

terça-feira, 17 de dezembro de 2013

Quando o esporte torna-se mais do que uma necessidade -parte 2

  Olá pessoal!

  Algumas semanas atrás eu postei sobre ter uma vida mais saudável com exercícios físicos e com alimentação correta, apresento a vocês o resultado que isso causou não só em meu corpo mas também na minha saúde.
 
  Para quem não leu o post, pode conferi-lo aqui.

  Graças ao estresse do dia a dia acabei ficando com enxaqueca e como a médica recomendou comecei a fazer caminhadas regularmente e deixar de comer besteiras na rua, passando a comer somente comida caseira e quase eliminando doces do meu cardápio. Não vou dizer que isso foi algo prazeroso de se fazer, ainda mais gostando tanto de comer a coxinha da tia chinesa que tem no centro de São Paulo quase todos os dias e comprando doces de inúmeras docerias espalhadas perto do meu trabalho, como não sou de ferro permiti-me comer esse tipo de besteiras como coxinha, refrigerante ou sorvete apenas de final de semana e em quantidade beeem menor do que eu costumava comer.

  Para ser sincera, parei de contar depois que perdi dois quilos, e sinceramente só percebi que estava melhorando minha saúde quando as crises de enxaqueca diminuíram e todos começaram a me elogiar dizendo que estava linda e que havia emagrecido muito, olhando no espelho não notei tanta diferença até que fiz uma montagem com duas fotos, um antes e depois que me surpreendeu.



  Essa mudança melhorou minha saúde e qualidade de vida, pois além do estresse diário dores insuportáveis de cabeça e visitas ao hospital pioram ainda mais o nível de estresse, as vezes me sentia como se estivesse me desfazendo, ou como se fosse explodir em mil pedaços, e também estou muito mais feliz comigo mesma, parece que todas as minhas roupas estão me servindo melhor e estou me sentindo mais bonita e confiante.

  Não sou a favor daquelas dietas malucas e menos ainda de procedimentos cirurgicos quando são feitos apenas por vaidade, mas também não acho que todos devem ser magros, eu me amava e me sentia bonita mesmo estando com alguns quilos a mais do que atualmente decidi começar a me exercitar e maneirar na comida por questão de saúde mas sinceramente não acho que todos devem seguir esse padrão de magreza que a mídia impõe.

  Não há nada melhor do que nos aceitar como somos e ter uma vida saudável e mais feliz.

segunda-feira, 2 de dezembro de 2013

Finalmente a tão sonhada férias chegou!


  Finalmente o tão esperado mês de Dezembro chegou!

  Depois de passar os últimos três meses com muito estresse, preocupação e fazendo visitas ao hospital graças a uma enxaqueca que resolveu aparecer na minha vida finalmente Dezembro chegou! Fui agraciada com férias no mês mais disputado na empresa, graças a Deus! Sentia como se cada dia perdesse uma parte de mim, sentia-me rastejando, cansada fisicamente, emocional e espiritualmente.

  Hoje foi meu primeiro dia em casa depois de tanto tempo sem parar para descansar, confesso que estranhei, parecia que eu estava faltando ao trabalho...mas enfim, sei que esses dias serão maravilhosos e estou torcendo para que eles passem beeeem devagar.

  Com esses dias em casa espero conseguir manter o blog mais atualizado, mas não prometo-vos postagens diárias pois não quero escrever qualquer coisa apenas para preencher espaço por aqui, mas sim algo que eu realmente sinta vontade de compartilhar.

  Por essa noite é só, mas vejo vocês em breve.

  Beijos!

terça-feira, 12 de novembro de 2013

Porque ter um coelho?


  Olá pessoal! 

  Como prometido cá estou eu novamente para falar desses orelhudos tão queridos! 

  A pergunta que quase todas as pessoas fazem a pessoas que criam coelhos é: "porque um coelho e não um cachorro?", não estou desmerecendo os outros animais mas o fato é que o coelho é tão especial quanto um cão ou gato. São seres apaixonantes, de personalidade forte (não são como os cachorros, talvez quanto a personalidade eles assemelham-se mais com os gatos), são bem limpinhos (eles não fedem nem um pouco, sério), carinhosos, curiosos e engraçados. 

  Na tag Coelho Anão você pode conferir todos os meus posts relacionados aos peludinhos, inclusive relacionando gastos e o que ele precisa para viver bem. 

  Essa é a fofa e única minha Lili, descobri recentemente que ela é uma mistura de Lion com Holandês. 



  Veja mais fotos que te fará derreter de amores por eles...


  Eles são muito curiosos e sapecas também. 


  Difícil de resistir a essas bochechas gordinhas.





  Uma explosão de fofura não é? 

terça-feira, 5 de novembro de 2013

Quando praticar esporte torna-se mais do que uma necessidade


  Olá queridos leitores, desde sempre sabemos que é preciso praticar exercícios físicos com frequência para ajudar a saúde e blá blá blá, mas a realidade é que poucos de nós realmente leva isso a sério até que somos atingidos por algum problema de saúde e que parte do tratamento inclui exercícios físicos.

  Há alguns meses eu comprei um tênis de corrida numa loja da Nike prometendo que iria começar a correr para emagrecer, corri dois dias e parei, mas agora a situação está diferente, graças ao stress no trabalho e na minha vida pessoal acabei desenvolvendo enxaqueca, eu tenho gastrite desde criança e achava as crises insuportáveis até ter uma crise de enxaqueca, é uma dor horrível, você não consegue pensar direito, é como se sua cabeça fosse explodir em milhares de pedacinhos.

  Vou começar o tratamento, mudando hábitos na alimentação e começando a praticar esportes de verdade, para quem me conhece não é segredo para ninguém que eu não gosto de praticar nenhum esporte, mas o medo de sentir aquelas dores de novo, e de novo faz eu aceitar de mais bom humor me exercitar.

  Estou mais animada para começar do que estaria se o objetivo e beneficio fosse somente emagrecer, estou imaginando como será viver bem menos estressada e livre das dores. Abaixo está listado alguns dos benefícios que esse esporte nos trás que achei no site Dieta e Saúde, para visualizar a matéria completa clique aqui.

1. Coração: a corrida exige que o coração aumente o fluxo de sangue para todo o corpo. As fibras do músculo se fortalecem e a cavidade aumenta. Há uma hipertrofia excêntrica do miocárdio (alteração na parede e na cavidade do ventrículo esquerdo) melhorando a ejeção sanguínea. Desta forma o coração bombeia mais sangue com menos batidas, se tornando mais eficiente. Com o aumento da circulação sangüínea pelo corpo, cresce a entrada de oxigênio nos tecidos.

2. Pulmões: correr faz com que o volume de ar inspirado seja maior, aumentando a sua capacidade de respiração. Há também um aumento da quantidade de oxigênio absorvido do ar atmosférico.

3. Ossos: estimula a formação de massa óssea, aumentando a densidade óssea evitando problemas como a osteoporose.

4. Pressão arterial: correr estimula a vasodilatação, o que reduz a resistência para a circulação de sangue. Há trabalhos específicos para alunos hipertensos, como trabalhar a velocidade em terrenos planos. Uma maneira de diminuir a sua pressão é trabalhando a velocidade em terrenos plano.

5. Cérebro: aumenta os níveis de serotonina, neurotransmissor que regula o sono e o apetite. Em baixas quantidades, essa substância está associada ao surgimento de problemas como a depressão.

6. Peso: quanto maior a intensidade do exercício maior a queima calórica e de gordura. A corrida ajuda a gastar muitas calorias, favorecendo a perda ou manutenção do seu peso. Em uma hora de treino, um atleta chega a queimar até 950 calorias.

7. Colesterol: diminui os níveis de LDL (colesterol "ruim"). Corredores de longas distâncias têm o nível mais alto de HDL (colesterol bom ), encarregado de transportar os ácidos graxos no sangue e de evitar o seu depósito nas artérias.

8. Estresse: com a corrida, há liberação do hormônio cortisol, aliviando o estresse e a ansiedade.

9. Sono: fazer atividade física, melhora a qualidade de sono. Correr faz a pessoa dormir melhor. Após o exercício, o corpo libera endorfina, substância que provoca a sensação de bem-estar e ajuda a relaxar.

10. Músculos: a corrida ajuda a melhorar a resistência muscular e também queima a gordura dos tecidos musculares, deixando-os mais fortes e definidos.

11. Rins: com o aumento da circulação, há também uma melhora da função dos rins, que filtram o sangue e reduzem o número de substâncias tóxicas que circulam pelo corpo.

12. Articulações: correr torna a cartilagem das articulações mais espessa, o que protege melhor essas regiões tão frágeis do nosso corpo.

13. Aumenta a libido: após 30 minutos de corrida, há um aumento da testosterona que permanece assim, por mais uma hora aproximadamente. No caso das mulheres, também há um aumento dos hormônios relacionados ao desejo, além de aumentar a auto-confiança.

domingo, 27 de outubro de 2013

Coelhinha Lili

  Depois de um final de semana muito ocupado e com pouco tempo de descanso cá estamos nós (eu e Lili) muito cansadas!

  Desculpem por minha ausência nos últimos dias, mas eu estava trabalhando muito e determinada a bater a meta (sabe como é né?) e com isso também fiquei muito estressada e cansada querendo apenas dormir quando chegava em casa, espero que as últimas semanas sejam mais tranquilas e eu esteja presente aqui mais tempo.

 Boa noite e lambidas da Lili.



Fiz o Enem de novo e...

  Nesse final de semana fiz a prova do Enem pela segunda vez, a primeira fiz em 2011 e se comparando com a outra prova achei essa mais fácil do que a primeira, talvez não tenha sido as questões que estavam mais fáceis mas sim o fato de eu ter amadurecido nesse espaço de tempo.

  Foi uma experiência boa e sinceramente espero que dê tudo certo que eu consiga uma bolsa novamente só que dessa vez eu goste do curso que escolhi.

  Algo mais comum do que pensamos são jovens escolherem cursos sem terem certeza de que é realmente o que querem apenas porque se sentem pressionados pela família e sociedade, e eu fui uma delas, na hora de escolher o meu curso optei pela "clássica" administração pensando em que mesmo eu não tendo tanta certeza de que queria aquilo pelo menos teria facilidade em arrumar emprego. Grande bobagem, do que adianta ter essa facilidade se você não gosta do que estuda e não deseja seguir a carreira? Quando você vai "arrastado" para a aula e pensa o tempo todo no porque você realmente estava lá.

  Na minha sala de provas havia dezenas de Danielle (sim, com dois l e e no final algo que achei que não era fácil de encontrar) e vários Danilos. As Danielle mais velhas (com mais de 19 anos) estavam em sua maioria assim como eu prestando a prova novamente pois tinham decidido mudar de cursos.

  Tenho pensado muito nos últimos dias como quanto fui boba em me deixar pressionar a tomar decisões que na época eu não estava pronta e acabei perdendo tempo. Agora que estou um pouco mais madura do que na época uma das coisas que aprendi foi que EU faço a minha vida, as pessoas me dão conselho e até mesmo exigem respostas e atitudes de mim mas sou EU e mais ninguém que devo decidir o que e quando fazer quando eu estiver preparada e quando achar melhor para mim.

  Sempre fui muito ansiosa e minha mãe sempre me alertou sobre isso. quase sempre me preocupo exageradamente com situações que não precisam de tanto, mas aos poucos estou melhorando, para mim a ansiedade é como se fosse um vício, difícil de largar, que parece que se eu não me preocupar e querer apressar as coisas elas vão sair do controle e tudo irá dar errado. Decidi viver uma situação de cada vez e estou feliz de conseguir passar novamente pelo Enem intacta.

  Espero que você que está lendo esse texto e está terminando a escola agora consiga me entender e pensar com mais cuidado e responsabilidade em sua escolha. Agora que você está terminando a escola começa a sua vida adulta, da qual terá que trabalhar e começar novos ciclos sociais e responsabilidades sabendo que essa é a sua vida e que as escolhas a serem tomadas tem de ser decididas por você pelo o que você realmente quer para seu futuro. Não desperdice seu tempo.

  Beijos!

segunda-feira, 21 de outubro de 2013

Dani Fernandes no Twitter!

  Como quem segue o blog pelo Twitter deve ter percebido eu não estou mais postando no @CortandoTrancas, cuidar do blog, meu twitter e a página do blog no Facebook estava sendo demais para mim e por isso informo que estou usando apenas o meu Twitter pessoal e a página do Facebook para divulgar o blog.

  Quem ainda não me segue é só clicar.

 http://cortandoastrancas.blogspot.com.br/

  Beijos.

sexta-feira, 18 de outubro de 2013

Nova música do Luan Santana

  Para quem ainda não ouviu:

  Tudo o que você quiser- Luan Santana


Desabafo


  Olá queridos, espero que estejam bem.

  Hoje estou aqui para desabafar por algo que me deixa triste muitas vezes.

  Creio que Deus está sempre cuidando de mim e de todos nós, e crendo nisso como eu posso me desesperar diante das dificuldades, como posso perder o controle de minhas emoções quando creio verdadeiramente de que Deus não se esqueceu de mim e que SEI QUE TUDO DARÁ CERTO, por esse motivo mesmo diante de tantos problemas eu continuo calma, realista sem deixar o desespero ou o medo tomarem conta e para algumas pessoas sou ditada como fria, insensível e até mesmo ruim.

  Deixo claro que eu não sou alguém sem sentimentos, é claro que eu me preocupo com os problemas da minha vida e até mesmo da vida dos outros mas não deixo que meu medo me sufoque e isso afete meu dia a dia, saúde e minhas obrigações.  

  Posso imaginar que não sou a única a passar por isso, e confesso que fico muito chateada das pessoas pensarem essas coisas de mim, mas o que fazer se não continuar confiando em Deus com a certeza de que tudo vai dar certo? Eu me preocupo com os problemas sim, mas de maneira diferente, como por exemplo trabalhando todos os dias para pagar minhas contas.

  Gostaria de poder dizer no final deste post algum conselho como os dos livros de auto ajuda, mas o que dizer além de "continue a seguir em frente olhando para Jesus"?

  Se você que está lendo esse post também passa por isso saiba que não é o único.

quarta-feira, 16 de outubro de 2013

Atualizações sobre a coelha Lili

  Olá pessoal!

  Como vocês podem acompanhar na nova tag do blog "Coelhinha Lili" e "Coelho anão" a quase três meses tenho como companheira e filha a adorável coelha Lili. Vamos aqui a algumas atualizações sobre a minha pequenininha.

  Ela entrou na adolescência a cerca de um mês e ficou bem rebelde, dando mordidinhas quando fazíamos algo que ela não queria e nos arranhando quando levávamos ela de volta para seu cantinho (área de serviço), mas como ela já está quase no final da adolescência essa fase de rebeldia também está no fim, na última semana ela parou de morder e arranhar e obedece a pequenos comandos como o de ir para a gaiola, sair de algum lugar e vir atrás de nós.

  Confesso que até pouco tempo eu tinha preconceito quanto a ter um coelho em casa, achava que este era um bichinho que não iria nos corresponder e tal, quase como um peixe, porém eu estava redondamente enganada, eles são bichinhos muito adoráveis, tem personalidade e são muito carinhosos, não posso dizer que são como cachorros, mas admito que sua personalidade me lembra muito a dos gatos.

  Indico ter um coelho anão a quem está procurando por algum animal para se ter em casa, porém não posso deixar de dizer que ele exige cuidados sim, como cortar as unhas, comprar uma boa gaiola para ele poder fazer suas necessidades, ter um espaço para que ele possa ficar solto sem correr perigo, ou seja, longe de fios e buracos onde ele possa ficar preso, pelo menos dar duas horas de atenção a ele num dia, e claro arcar com as despesas de comida, granulado, feno e verduras. Mas também tenho que admitir que se comparado aos gastos de um cachorro no mês o valor que você investe é bem menor.

  Outra coisa que me surpreendeu em ter um coelho anão de estimação foi o fato deles não federem, eu amo animais, especialmente cachorros mas vamos ser sincero, por mais que você de banho toda semana, limpe sua casa todos os dias, limpe as partes intimas do cachorro todos os dias e suas patas após levar pra passear, a casa de quem tem cachorro e o próprio cão sempre tem aquele cheirinho peculiar deles, porém o coelho não fede, a Lili está com 5 meses de vida e até hoje não sabe o que é um banho de água e sabão, porém você pode meter o nariz em meio ao pelo dela e não sentirá nenhum fedor, isso é porque assim como os gatos eles se lambem o tempo inteiro, mas mesmo assim é necessário limpar a parte intimas dele, pois se ele ficar em cima do xixi pode causar queimaduras.

  Eles são inteligentes e aprendem logo a usar apenas a caixinha para fazer suas necessidades, o melhor é colocar o granulado na caixinha, que são cubinhos de madeira que ao terem contato com o xixi ou água eles absorvem e viram pó fazendo com que não fique cheirando, e o cocô deles é durinho e não fede. Como a Lili só usa a gaiola para fazer as necessidades eu coloquei a grade em cima para que ela não tenha contato com suas fezes ou xixi.

  A alimentação também não tem muito segredo, duas vezes ao dia a ração própria para coelhos, feno disponível o dia todo (para distrair e ajudar a eliminar os pelos que eles ingerem ao ficarem se lambendo), verduras e legumes (menos alface que dá diarréia e pode matar seu coelho em 24hr) e frutas não em tanta quantidade quanto as verduras para não dar diabetes.

  Veja algumas fotos que tirei no dia em que ela chegou, ela era tão pequenina.


  Nos dias mais frios em São Paulo eu costumo deixar a caixinha dela no meu quarto e ela adora aproveitar para tirar uma soneca na minha cama.


  Vejam só como ela já cresceu e trocou os pelos.


  Esse é o espaço onde ela fica quando eu não estou em casa e como ela adora quando limpo a gaiola.


  Bem, por hoje é só. Em breve posto mais sobre algumas raças.

  Beijos!

sábado, 12 de outubro de 2013

Óculos novo!

  Olá! Sei que já faz algum tempo que não passo por aqui e mais uma vez peço desculpas, como todas as pessoas também passo por fazes mais dificeis que exigem mais de mim, e também tenho dedicado mais tempo a mim, mas enfim....venho cá mostrar meu novo óculos.

  Já devem ter visto por aqui eu com meu antigo óculos, um modelo bem discreto e de armação pequena, com ajuda da  minha mãe escolhi um modelo  maior, importado e de uma marca bastante conhecida. Adquiri o modelo no Shopping Pátio Higienópolis em São Paulo, quem estiver a procura eu indico a Ótica ABC pois sendo bem sincera as outras eram bem carinhas e tinham os mesmos modelos, a não ser que você não ache um óculos de quatro  mil reais absurdamente caro.

  Enfim, dei uma passada apenas para mostrar a vocês meu novo queridinho.

   Beijos

segunda-feira, 23 de setembro de 2013

Escova progressiva Sfera

  Olá, não é a primeira vez que falo de algum produto aqui no blog que usei e amei, e eu simplesmente não podia de deixar de compartilhar com vocês a minha experiência com a escova progressiva da Sfera.

  Faço relaxamento na raiz e progressiva a cada três meses e gasto em torno de 185 reais e como a vida não está fácil para ninguém pagar sempre esse valor e sofrer horas em um salão lotado tendo de aturar os encaixes de outras clientes no seu horário, isso sem contar quando a cabeleireira esquece que te marcou e atende outra pessoa. Cansada de gastar esse "dinheirão" e passar estresse (mesmo que seja a cada três meses), procurei na internet por algum produto que pudéssemos fazer uma progressiva em casa.

  Procurei por um produto de marca, que haviam pessoas que já haviam passado e publicado na internet e de fácil acesso e então encontrei a Sfera.

  Assisti um vídeo disponibilizado pela própria marca no Youtube (do qual você pode conferir no final do post) e fiquei animadíssima para testar.

  Procurei em quatro perfumarias de São Paulo e todas tinham quase o mesmo preço entre 35,90 e 36,90 reais.

  Para que vocês entendam o porque eu amei a progressiva preciso explicar como o meu cabelo é. Ele é bem, muito, muito mesmo enrolado (principalmente a raiz) e por isso relaxava a raiz sempre no salão, e também tenho muuuito cabelo o que faz ele ficar mais volumoso ainda. Um ano e meio atrás eu fiquei ruiva e depois loira e por causa da química de relaxar o cabelo onde ele estava descolorido ficou quebradiço e seco nas pontas, o que me faz ter que cortar sempre ele e hidrata-lo uma vez por semana.

  Enfim, cheguei do trabalho já tarde da noite e não aguentei esperar até o dia seguinte para fazer a progressiva. E o resultado me surpreendeu. Eu fiz a progressiva na sexta a noite, hoje é segunda, já lavei meu cabelo duas vezes e ele continua lindo, as fotos de depois eu acabei de tirar, ou seja...essa é a prova de que a progressiva deu certo. A raiz do meu cabelo que é muito enrolada ficou bem lisa, me fazendo ter que dispensar o relaxante que comprei da marca, quando lavo o cabelo é só secar o cabelo sem escova-lo e ele fica lisinho.


  Confira o antes e o depois, vale lembrar que no antes eu já tinha escovado e passado chapinha mas mesmo assim minha raiz continuava rebelde e as pontas amalucadas.


  Uma das coisas que mais amei no produto é ele não ter formol, pois eu acho uma substância muito perigosa e porque, bem eu simplesmente não vou com a "cara" dele. Quando ia ao cabeleireiro sempre perguntava a mulher se havia formol e dizia que não queria, ela jurava pela mãe que não tinha mas a química era tão forte que eu tinha que ficar com uma toalha molhada no rosto pois meus olhos e nariz ardiam muito. Com a escova progressiva Sfera nada disso aconteceu, nenhuma ardência ou desconforto, e após lavar o cabelo ele não fica duro e embaraçado como fica com a progressiva de salão, ele fica tão solto e macio que nem precisei passar creme para pentear.

  O que talvez seja um ponto negativo da escova é que onde há tintura ele clareia até 2 tons, como vocês podem conferir a diferença de cor nas minhas pontas.

  Até parece que meu cabelo cresceu, mas sei que na verdade a raiz que esticou e tirou a aparência de "cabeção", rs. Sim, admita que toda mulher com raiz enrolada ou crespa fica com um baita cabeção.

Na primeira foto minha franja estava presa pois ela simplesmente não queria ficar de lado. Cabelo bandido. 

  No trabalho falei com uma mulher que já tinha provado o produto mas não deu muito resultado no cabelo dela, não sou nenhuma especialista, mas acho que no meu cabelo deu tão certo pois apesar de eu ter muuuuito cabelo meus fios são finos, talvez seja o motivo deles aderirem mais facilmente o produto.

  Vale lembrar que o produto não é compatível para quem usa hene (aliás, sempre me pergunto porque alguém usa esse produto sabendo que nenhuma outra química é compatível) e também não é compatível com químicas que contem amônia. Faça sempre antes o teste de mecha.

  Não se preocupe em como fazer pois há um manual que explica tudo nos mínimos detalhes e com desenhos.

  Confira abaixo o vídeo da marca ensinando a fazer a escova.


  Atenção queridas leitoras, para quem ainda não sabe, eu criei um perfil do blog no Facebook, onde sempre atualizo e converso com vocês, se você gosta do blog e quer se manter atualizada de todas as novidades, então me adicione no Facebook clicando aqui.

quarta-feira, 11 de setembro de 2013

Epidemia de gestantes

  Já há alguns meses começamos uma série de piadas no trabalho sobre uma epidemia de gestantes, parecia que a cada semana aparecia uma nova mulher ou menina grávida, espalhamos um "boato" de que um dos bebedouros disponíveis em nosso escritório era o culpado de tantos casos de gravidez e os palpites eram que havia espermatozoides na água ou que alguém havia feito um trabalho de macumba e que todas as mulheres que bebessem daquela água engravidariam, claro que isso tudo era apenas uma piada mas se tornou uma espécie de superstição no meio de quem sabia da nossa piada interna.

  Claro que nada disso é verdade, todas nós sabemos como se engravida, mas o que me chocou  e assustou mais é que essa "epidemia" não estava apenas no meu trabalho mas também na maioria das minhas amigas e conhecidas no tempo de escola, no total com as que eu tomei conhecimento são 5 que estão grávidas e mais duas que deu a luz a pouco tempo. Meninas que demonstravam-se muito preocupadas a esse respeito, uma delas é de uma família que tem muita "grana" e era bem popular em outro colégio que estudei, outra cristã, noiva e envolvida em muitos ministérios, meninas que nunca imaginei serem mães tão cedo.

  Mas não vamos ser hipócritas, isso pode acontecer com qualquer uma de nós, não me venha com coisas do tipo "meu namoro é muito santo não faço esse tipo de coisa", "eu sei me cuidar", "isso não vai acontecer comigo" ou talvez com o pior argumento de todos "ele tira antes de gozar", putz, essa última é de matar...Enfim, todas nós estamos sujeitas a passar por isso, e sabemos também que só há dois métodos para evitar isso.

  1° e mais eficaz: abster-se das relações sexuais.

  2° tomar algum contraceptivo.

  A primeira opção é a mais eficaz porém, já conheci várias pessoas que tinham isso na cabeça e cometeram um deslize (conheço uma história que foi somente um único deslize) e já foi o suficiente para o esperma encontrar-se com o óvulo e ser fecundado.

  Quem acompanha o blog a algum tempo sabe que sou cristã e o blog tem grande apelo cristão mas não vou ser hipócrita e fechar os meus olhos para essa situação que atinge tantas jovens.

  Se alguém quer fazer sexo por mais que seu pastor, seus pais e até mesmo Deus diga não e se ele não entender o porque desse não ou simplesmente não querer isso ele irá fazer e ponto final, depois de nove meses talvez tenhamos um resultado disso, o grande erro das igrejas é a religiosidade e falta de comunicação e instrução a respeito desses assuntos. Não podemos proibir alguém de fazer o que ele quer se isso não está na lei de nosso país, não podemos dar uma ordem e exigir que tal pessoa cumpra quando a mesma não faz sentido para ela ou nem mesmo sabe o porque deve obedece-la.

  Depois de muito tempo em cegueira, e com algumas cicatrizes de uma seita que se chama de igreja da qual fui membra alguns anos, coloquei em meu coração que as pessoas não devem simplesmente ditar o que você pode ou não fazer, seguir um sistema, um clube, mas você deve procurar Deus e a Palavra dEle.

  Mas voltando ao assunto da gravidez, se você jovem está querendo começar a vida sexual não inicie-a sem antes procurar um médico, converse com seus pais ou se não se sentir confortável com essa ideia e for maior de idade, vá á um posto de saúde e marque uma consulta, peça informação, eles sempre dão e há palestras e grupos que ensinam muita coisa sobre o assunto.
 
  Está subindo pelas paredes, está soltando faiscas e não quer mais esperar? A opção é sua, mas faça sexo sempre com camisinha para evitar doenças e gravidez e faça uso e outro método contraceptivo para garantir a segurança. Existem vários deles como por exemplo:

  Injeção trimestral: é uma injeção que você toma a cada três meses, ela tem muito hormônio os médicos dizem que quem a usa engorda alguns quilos.

  Injeção mensal: injeção que você toma mensalmente, essa por conter apenas um hormônio não te faz engordar.

  Pílula: todos os dias no mesmo horário você toma um comprimido, bom para quem tem medo de agulhas mas terrível para quem é esquecida, um dia que você esquece o horário e você está desprotegida o mês todo.

  Tem outros métodos, mas esses três são os mais usados pelas mais jovens.

  Deixo aqui um aviso, a maioria de vocês já deve ter ouvido falar da pílula do dia seguinte, essa pílula é para ser usada em caso de emergência, ou seja, aquela hora que você não conseguiu se segurar, não usou camisinha e não faz uso de nenhum contraceptivo. Ela é muito forte, uma pílula dela é equivalente ao uso de um mês de anticoncepcional, ela tem efeitos colaterais como enjoos, espinhas e quem tem problema de coração deve ficar esperto. Essa pílula só pode ser usada no máximo a cada seis meses, se usada mais do que uma vez dentro de seis meses ela não faz efeito nenhum, ou seja...você corre um grande risco de engravidar. Estou escrevendo sobre ela em vermelho pois conheci dois casos de meninas que não sabiam dessa informação e agora são gestantes, então fica meu apelo a vocês que querem ou pensam iniciar a vida sexual e não tomam nenhum remédio, não use essa pílula com um intervalo menor do que seis meses!! 

  Isso é um assunto sério, pois filho é para a vida toda, bebês são lindos mas no momento certo, muitas vezes um filho agora lhe trará além de abandono dos estudos, pode acabar com seu relacionamento, te trazer muitas mágoas, ser expulsa de casa ou brigar com seus parentes. Então seja responsável e pense muito bem antes de fazer, não haja por impulso e se não resistir procure um médico ou conte a alguém maduro e de confiança.


  E as que já esperam por seu baby, espero que tudo ocorra bem e que Deus continue sempre ao seu lado e você esteja sensível para ouvir e reconhecer a voz dEle.

  Confira um link de um blog muito legal que eu acompanho chamado Salve meu Casamento, o link é de um post chamado "Posso transar antes do casamento?" http://salvemeucasamento.blogspot.com.br/2012/05/posso-transar-antes-de-casar.html

  Beijos!

terça-feira, 10 de setembro de 2013

Coelhinha Lili entrou na adolescência!

  Olá, queridas leitoras!

  Há algumas semanas me tornei "mãe" de uma linda coelhinha holandesa chamada Lili.

  Ela chegou com 50 e poucos dias, pequenina, magricela e desconfiad e cada dia que passa ela tem pegado mais confiança em mim e nas pessoas de minha casa, e se tornou o xodó da minha mãe com pose de durona.

  Hoje a Lili me segue por todo o lado, gosta de brincar correndo atrás de mim, faz charminho virando de costas para o chão e mostrando aquela barriguinha de filhote gordinha e irresistível, me cutuca com a cabeça, com a pata ou até mesmo me dá uma mordidinha quando eu paro o carinho antes da hora e fica muito feliz quando eu varro a casa e ela se diverte pulando atrás da vassoura e a mordendo.

  Liliam ama comer feno, mais do que todas as outras coisas, quando abro a porta da dispensa ela pula depressa e começa a morder o saco (gigante) de feno. Aliás, ainda não entendo o porque tudo o que compramos nos petshop referente a coelhos tem de ser enorme, é uma luta para eu conseguir tirar o saco de granulados de madeira de 15kl de dentro da despensa.

  Ela não é de sair por ai roendo tudo o que seus dentes encontram, gosta de roer apenas seu brinquedinho e o chinelo da minha mãe, e o chinelo tem que ser da minha mãe, não sei porque mas o meu não tem um pingo de graça para ela. Ela adora brincar de se enfiar em buracos, crio alguns obstáculos com almofadas ou caixas e ela fica pulando feito doida desviando dos obstáculos, rastejando dentro deles e voltando a repetir o percurso dezenas de vezes, coisas de coelhos...

  Minha mãe gosta de animais, mas é conhecida por todos da família por ser mais "durona" com eles, aquele tipo que gosta, cuida super bem mas não fica fazendo carinhos o tempo todo, poréém, contudo e entretando com a Lili foi diferente, essa bolinha de pelos conseguiu amolecer o coração da vovó e eu a pego constantemente falando com voz de bebê para a coelha e até coloca ela para dormir ao lado de sua cama nos dias mais frios. UAAAAAAU.

  Confira algumas fotos novas da minha gorducha, confesso que a qualidade das fotos não estão lá muito boas, mas espero sua compreensão pois coelhos na adolescência não param quietos um minuto, as que você vê abaixo eu tirei na noite de ontem enquanto ela comia seu adorável feno.





Livro os cães nunca deixam de amar-atualização

 Olá!

  Como vocês podem conferir alguns posts abaixo eu indiquei o livro "Os cães nunca deixam de amar" por Teresa Rhyne, realmente um livro muito especial.

  E para quem ainda não sabe (eu acabei de descobrir) ela tem um blog que mantem sempre atualizados e podemos acompanhar como está seguindo a vida dela pós livro.

  Novidades como eles adotarem um outro beagle chamado Comet, fazendo uma referência a primeira rena do Papai Noel e também a volta do câncer em Seamus e entre outras noticias.

  O link do blog pessoal dela é http://teresarhyne.com/blog/, mas vale lembrar que ele é todo inglês, então se você não sabe em inglês...bem...que tal começar a estudar? Rs.

  Se você ainda não conferiu o post em que conto um pouco da história do livro leia aqui.

 

Felicidade


  Pare de querer cuidar da minha vida e vá ser feliz, já sou uma "moça crescida" como minha mãe diz e não preciso mais que me faça acreditar que você realmente me ama, a sociedade dita alguns papéis que todos deveriam cumprir, como se comportar e até mesmo quem somos obrigados a amar porque é assim o correto e assim que deve ser, mas sinceramente eu prefiro viver sabendo que você nunca me amou do que ter que aguentar o seu teatro fingindo me amar e querer bem, quando eu bem sei que meu bem estar pouco importa para você.

  Fui até mesma chamada de interesseira, mas quem confunde pedir por amor com pedir dinheiro demonstra a sua total ignorância a respeito do amor.

  Por muito tempo tentei e fui aquela menina que a sociedade julga ser boazinha aguentando calada todas as hipocrisias e mentiras que me contavam, mas o tempo está passando e não posso e nem quero evitar a maturidade e o meu novo ser gritava por liberdade, chega de ser alguém que eu não era somente para agradar os outros, eu sou eu mesma e não importo o preço que tive de pagar.

  Aliás,qual preço? Ver a fúria de quem me tratava com falsidade quando não engoli mais suas mentiras e histórias mau contadas?

  Depois de muito tempo estou me sentindo verdadeiramente livre, sem amarras de religiosidade ou de ter que ser a filha boazinha que acredita que o pai que nunca se importou com ela a amava mesmo assim.

  Nem tudo na vida é como nós queremos e nem como deveria ser, temos que aceitar e seguir em frente, já desisti de chorar e ficar remexendo as minhas mágoas, hoje eu apenas escolhi ser feliz e viver a minha vida, quem quiser se juntar a mim nessa felicidade seja bem vindo, quem apenas quer criticar e acusar....bem eu escolheria ficar do meu lado, aqui é bem mais alegre.

  Vamos dançar!


quarta-feira, 4 de setembro de 2013

Dica de leitura: Os cães nunca deixam de amar


  Olá, caras leitoras. Cá estou eu novamente para comentar e indicar mais um livro, para quem ainda não sabe eu sou apaixonada por livros, tenho dezenas e com toda a certeza troco diariamente o meu tempo de assistir algum besteirol na televisão para desfrutar de uma boa leitura. Ao lado do meu trabalho tem um livraria Saraiva, e toda vez que passo por lá se não trago nenhum exemplar para casa fico inquieta, mas na semana passada foi diferente, entrei já na loja decidi a adquirir um livro de ação, pensava em Jogos Vorazes ou Instrumentos Mortais, passei em frente ao livro Casamento Blindado e resolvi levar esse, afinal já li várias críticas ótimas a respeito dele, mas então...a caminho do caixa me deparei com essa lindeza, esse beagle lindo olhando para mim como uma carinha que diz "eu não acredito que não vai me levar para casa, por favor, me leve!". Não resisti...trouxe o coitadinho para casa comigo.

  O livro Os cães nunca deixam de amar escrito por Teresa Rhyne conta a sua própria história junto com o seu querido beagle adotado Seamus. Teresa havia acabado de sair de seu 2° casamento, tentando estabilizar novamente a sua vida e criando novas regras para ela mesma cumprir, como por exemplo não ter outro relacionamento sério, e viver com dóceis cachorros, mas seu casal de beagle já velhinhos morrem e magoada jura a si mesma que não irá passar pela dor da perda novamente. Além das regras novas Teresa tenta administrar sua carreira de sucesso como advogada e seu "relacionamento" secreto com Chris, quer dizer, na verdade o que ela menos quer é um relacionamento sério.

  Um antigo amigo ofereceu Seamus para ela, e ela não pode resistir ao seu charme e seus uivos de "me leve para casa com você". Teresa se vê a frente de outro problema, seu amigo, ficante, namorado ou seja lá o que ele seja não gosta muito de cachorros, e apesar de seu relacionamento não ser sério ela se preocupa se os dois (cão e Chris) irão se aceitar. Enfim, apesar da primeira má impressão entre os dois eles acabam se dando bem, Chris apesar de ser 12 anos mais novo do que Teresa convence-a a assumir o relacionamento, mas quando tudo parece que estava se encaixando uma nova série de problemas e desafios surgem em sua vida, Seamus está com câncer e com pouco mais de um ano de vida, seu namorado começa a ter atitudes que deixam Teresa em dúvida e para completar ela descobre que está com câncer de mama.

  O livro Os cães nunca deixam de amar nos diverte, emociona e nos ensina muitas lições, o livro é bem do tipo que as mulheres adoram, nos faz rir e chorar com muita rapidez, pode-se prever isso com a capa muito apelativa com o lindo cachorrinho, que mulher que ama os animais consegue resistir?

  Eu adorei o livro e super indico.

  Danielle Fernandes.


*** Atualizado

Confira a continuação desse post aqui :http://cortandoastrancas.blogspot.com.br/2013/09/livro-os-caes-nunca-deixam-de-amar.html

quinta-feira, 29 de agosto de 2013

Calejadas.


  Com o passar dos anos e as dificuldades acabamos nos acostumando com elas, e aos poucos deixando de sofrer, isso por vezes me parece muito estranho, e para quem olha de fora até me chama de fria e sem sentimentos, o que não é verdade. Quem passa sempre por problemas e dificuldades sabe, que com o tempo você se acostuma, fica mais forte e sabe que aquela situação vai passar, ela sempre passa.

  A dor está ali, sempre esteve, e sempre estará nas dificuldades, o medo também nos faz companhia constantemente, mas após tantas experiencias aprendemos a minimiza-los e ignorar-los, criando uma espécie de torpor onde vemos e não sentimos nada na superfície do nosso ser, fica tudo ali escondido, trancado a sete chaves.

  A bíblia e várias pessoas me disseram que não adianta ficarmos falando sem parar de nossos problemas e agustias, a não ser com o nosso Pai que nos vê e escuta até mesmo o nosso silencio. Aprendi que chorar só se for na presença de Deus, sim, tem pessoas que nos ajudam, mas o que já aprendi de maneira dolorosa é que ninguém, eu digo NINGUÉM vai fazer por você o que Deus pode fazer, Ele cuida de nós e se preocupa mais do que qualquer outra pessoa, mais do que amigos, namorado ou até mesmo nossos pais.

  É triste quando percebemos isso, mas a vida é assim, bom seria se antes da gente crescer alguém pudesse nos ensinar de fato talvez a gente sofreria menos...mas fazer o que, se é assim que a vida tem que ser, o que nos resta é nos fortalecer em Deus e continuar em frente, pois voltar atrás e ficar parado não leva a nada, como diz a Dora do filme Procurando Nemo "continue a nadar, continue a nadar, nadar,nadar".

 Deus abençoe!

segunda-feira, 26 de agosto de 2013

Nova integrante da família : coelhinha Lili

  Olá queridas, tudo bem?

  Venho aqui compartilhar uma grande alegria que estou tendo nos últimos dias, agora sou "mãe" de uma coelhinha maravilhosa, chamada Lili.

  Lili é uma coelha anã da raça Holandês de apenas 50 dias. Ela está a poucos dias em casa mas já se tornou a xodó da casa.


  No começo ela estava um pouco medrosa, só queria se esconder mas agora já está acostumada com a gente e adora ficar esticada tirando uma soneca na minha cama ou no sofá. Tenho uma sobrinha de 2 anos e meio em casa e estava com medo da reação dela diante das brincadeiras, e para minha surpresa a Lili adora brincar com ela. Lili é muuuuuuito curiosa,cheira tudo o tempo todo e adora dar umas mordidinhas por ai,não pode me ver deitada que já vem cheirar minha cara, quando ela está muito feliz ela sai pulando sem parar virando a cabeça de lado e pulando mais alto e caindo de barriga para cima, um show de fofura.

  Minha mãe gosta de animais mas nunca foi de ficar fazendo carinho, mas com a Lili ela está apaixonada, faz propaganda dela para todo mundo, fala o tempo todo como ela é querida e não da trabalho e deixa ela roer e mordiscar tudo o que ela quer, inclusive eu!! kkkkkk.

  Mas o que já aprendi é que esses peludinhos são parecidos com os gatos, são independentes e só fazem o que eles querem, se eles não estão a fim de brincar você pode provocar o tanto que for que eles não vão nem se mexer, outra característica é que eles são bem limpinhos, se limpam o tempo todo mas como não "vomitam" a bola de pelos como os gatos é preciso dar feno e/ou abacaxi para ajudar a eliminar os pelos do intestino.

  A base da alimentação é ração especial para coelhos, mas pode e deve ser complementada por algumas verduras,frutas e feno. Você deve deixa-los soltos por pelo menos duas horas no dia (a Lili fica bem mais) para eles se exercitarem e se divertirem, mas sempre de olhos neles para eles não comerem nenhum fio ou móvel (a Lili até agora não destruiu nada) e na hora de dormir deixar eles em sua gaiola onde eles dormem mais tranquilos,comem,bebem e fazem suas necessidades, mas também é possível educa-los para fazer xixi e cocô numa caixinha igual a dos gatos só que com feno.

  Enfim, eu estou adorando viver com essa coelhinha curiosa. Em breve posto mais alguns textos sobre o tema e com dicas de criadouros.

  Beijos meus e lambidas da Lili a todos vocês!

quinta-feira, 22 de agosto de 2013

As laranjas podres do trabalho

  O post de hoje é sobre trabalho. Como todos sabem trabalhar não é nada fácil, lembro-me quando eu ainda estava na escola e minha mãe dizia que eu tinha que ser grata pois minha única obrigação era estudar, e mesmo assim eu continuava a achar um "saco" ter que ir a escola todos os dias. Minha mãe estava certa, eu era feliz e não sabia.

  Trabalhar é ótimo, ele te faz amadurecer, aprender coisas novas, você conhece muitas pessoas diferentes e claro, recebe por isso, mas também tem os seus contras, que é ter que trabalhar mesmo quando você não quer sair de casa, aguentar os clientes mais chatos, broncas do chefe, pessoas querendo te prejudicar entre outras coisas, mas admito aqui que mais do que esses "perrengues" que todo trabalho tem o que mais me tira do sério são colaboradores desmotivados.

  Colaboradores desmotivados podem estar apenas passando por uma fase, mas também há outros que são como laranjas podres que querem infectar todos os outros com suas reclamações e fofocas totalmente desnecessárias.

  Realmente eu não entendo por exemplo pessoas que não querem mais trabalhar na empresa e aprontam o tempo todo para que mandem ela embora, não consigo engolir o porque as pessoas querem ser mandadas embora da empresa apenas para receber um seguro desemprego por alguns meses. Seguro desemprego é um auxílio como uma emergência, para não te deixar na mão e não uma férias prolongadas.

  Não irei me estender muito nesse texto pois adivinhem? Tenho que ir trabalhar, mas deixo meu recado a todos vocês que sonham em ser mandado embora:

  Caia na real, se você não está satisfeito com a empresa peça demissão e procure outro emprego, seus chefes não são pai e mãe que você fica fazendo birrinha até eles te castigarem, quando você foi fazer entrevista para trabalhar na empresa já sabia de tudo, salário, escala e sua função, você que aceitou trabalhar na empresa, não foi obrigado, então chega de birrinha e de tentar contaminar as outras pessoas, vá amadurecer e se tornar um excelente profissional, trazendo bons resultados a empresa e consequentemente a você.

  Trabalhar é ótimo e nos torna pessoas melhores, ou você já encontrou um homem abençoado na Bíblia que não era trabalhador?

  Deus abençoe!

sexta-feira, 16 de agosto de 2013

Jaquetas de couro

Siiiim, o inverno está com tudo esse ano com direito até de neve. Essa é minha época preferida do ano, pois parece que todos nós ficamos mais elegantes e meus olhos ficam livres de ver as banhas saltando para fora de calças super apertadas de gente que não tem muito senso do ridículo. Vai dizer que você nunca se impressionou com essas pessoas?

  Enfim, e nada melhor para esse frio do que uma  boa e tradicional jaqueta de couro. O couro é um ótimo retentor de calor, além de ser lindo, durável e infelizmente caro (isso os de boa qualidade). Eu amo couro e tenho várias peças desse material e posso confirma que vale super a pena pagar um pouco a mais porque a peça dura de verdade, não caia nas armadilhas de jaquetas mais baratas mas de courino ou que parecem mais um saco plastico do que couro pois eles não duram tanto assim, e pelo menos na minha opinião não são tão bonitos.

   Desde o preto básico até jaquetas azuis e rosas você pode escolher a que tem mais a sua cara, e com certeza essa é uma peça que não sai de moda, principalmente se você mora em São Paulo que tem um tempo meio doido.

  Confira algumas fotos e inspire-se.

Kristen, minha queridinha não abre mão das jaquetas de couro. 

Ela usa até mesmo nos tapetes vermelhos e nos eventos mais chics. 

Como visto acima as jaquetas também ficam bem com vestidos, vejam esses exemplos que estão mais na nossa realidade de anonimas. Rs. 
As coloridas também estão super em alta.

  Agora é só correr para as lojas.

quinta-feira, 15 de agosto de 2013

Atualizações


  Olá queridas, é claro que vocês devem ter notado a minha ausência no blog, infelizmente a vida nem sempre é feita de sorrisos, como já disse várias vezes por aqui, crescer dói e dói muito, e ultimamente ando passando por momentos difíceis em minha vida que me tiraram o tempo e para ser bem sincera até mesmo a inspiração para escrever.

  Sei que não devemos deixar nos abalar pelas dificuldades, mas ninguém e de ferro, e uma hora ou outra acabamos sendo mais afetados do que em outros desafios. Fiquei muito tristes nessas semanas em que não tinha mais inspiração para escrever, parei até mesmo de escrever as histórias que escrevo só para mim.

  Mas como todo amor e paixão eu não pude deixar de escrever por muito tempo, aos poucos a inspiração voltou, voltei a escrever minhas histórias e hoje cá estou eu. Demorei um pouco mais para voltar a postar no blog porque não queria escrever algo somente para dizer que atualizei.

  Enfim, espero que as coisas melhorem e o blog também, obrigado a todos pela paciência.

sexta-feira, 19 de julho de 2013

O amor


  A verdade é que passamos bom tempo imaginando como seria amar assim como nos filmes, e até mesmo imaginamos isso com pessoas que poderia dar certo, gastamos até mesmo finais de semanas em que poderíamos estar com amigos em algum lugar nos divertindo imaginando como seria viver um amor de cinema. Porém isso não nos leva a nada, a não ser perda de tempo, ganho de peso e algumas até se tornam aquelas mulheres chatas e amarguradas que reclamam de tudo o tempo todo.

  Comigo aconteceu assim, quando eu menos imaginei o amor apareceu, de alguém que eu nunca tinha imaginado ser possível, e nossa história tem sido muito melhor do que a de todas que um dia pensei. Aprendi a ser menos rabugenta, a me encantar por somente uma pessoa, achar esse alguém o mais bonito de todos mesmo quando ele está com um shorts velho, acompanhado de um chinelo com meia, aprendi que o bonito da vida são as coisas simples e a viver cada momento sabendo que ele não irá voltar atrás.

  Comecei a perceber também que quando há amor entre duas pessoas vocês começam a fazer planos para o futuro, e os dias que passam separados, mesmo que sejam dois ou três parecem anos, e que a cada despedida o coração fica mais apertado, então você vê que os seus planos de viajar pelo mundo sozinha com uma mochila nas costas ficou de lado e que sua maior prioridade e desejo no momento é juntar dinheiro para comprar sua casa, descobre que os planos que você traçou quando mais nova na verdade não passam de uma brincadeira, um sonho juvenil e que quando se torna adulto a vida é bem diferente, porém não é ruim, ela supera seus melhores sonhos.

  Com o tempo você trabalha não porque você quer, ou porque quer comprar aquele vestido bonito que seus pais não querem te dar, mas porque você precisa, pois você já está com idade suficiente de pagar suas contas e mais que isso, você trabalha e até mesmo chora de estresse porque quer construir um bom futuro, mesmo sendo difícil e por muitas vezes doloroso você tem a sua motivação, o sonho de ser feliz com seu amado, pois afinal as despedidas são muito dolorosas e vê que não tem nada melhor do que estar ao lado dele, mesmo que seja comendo a sua comida que não é tão boa quanto a da sua mãe.

  Por fim, concluo que o amor nos torna pessoas melhores, e estou disposta a amar cada dia mais.

terça-feira, 16 de julho de 2013

Seleção de músicas

  Olá queridas, tudo bem?

  Para agitar a sua terça e te dar aquele animo que tal ouvir uma seleção de músicas?

Jason Mraz-I'm yours

Jason Mraz-93 million miles

Glee-one love

Jorge e Mateus-flor


segunda-feira, 15 de julho de 2013

Sou eu sem você


  Não entendo como as horas passam depressa quando estou com você, como tudo parece mais alegre, e até mesmo colorido quando estamos juntos, tudo parece que dá certo quando estamos juntos, como estar em um parque e um mendigo começar a tocar violão e cantar maravilhosamente bem músicas do rock internacional, horas e até mesmo dias passam voando, mas quando chega o momento de nos separar (e como dói esse momento), os dias passam lentamente, confesso que talvez a culpa seja minha que conto os dias e até mesmo as horas que faltam para te ver novamente.

  Segundo o relógio as horas passam iguais, uma hora sempre tem sessenta minutos, porém quando estou com você isso parece mudar.

  Acho que finalmente entendi o que minhas amigas que noivavam me explicavam. Elas me diziam que chega um momento da vida e do relacionamento em que você quer estar mais tempo junto a ele, que quando você chega em casa sozinha, vê que aquela continua sendo a sua casa, mas agora sente mais do que nunca a necessidade de ter um lar. Chega o momento em que se despedir do amado passa a ser uma missão cada vez mais difícil, o coração fica apertado, triste e a cada despedida destaca-se mais a necessidade de se ter um lar, um novo lar, para que não haja mais despedidas.

  Hoje entendo que esse sentimento é algo natural da vida, que todos que amam terão que passar, mas como tudo na vida, temos que enfrentar os maus momentos e saber esperar pelo momento certo de se ter um lar, e é claro, trabalhar (e muito) para tornar o nosso sonho realidade.

  Enquanto espero esse momento chegar, infelizmente continuarei sentindo a sua falta e ficando triste a cada despedida, mas isso só me dá motivos para te amar cada vez mais e mais e esperar por dias melhores ao seu lado.

domingo, 7 de julho de 2013

Dani Fernandes, gente como a gente

  Bom dia queridas, tudo bem?

  A moda entre os blogs é fazer um lookbook ou um look do dia, eu nunca fui muito fã dessa ideia, apesar de ficar babando nas roupas das meninas. Mas a verdade é que nem todo mundo anda por ai sempre com roupas de marcas e tem aquele corpo escultural e pensando nisso fiz uma seleção de fotos minhas que achei perdidas no meu computador para mostrar a vocês fiéis leitores que eu também sou gente como a gente.





  Eu optei por vestir um estilo mais sério pois no trabalho não posso ir vestida como uma menina de 15 anos, acabei gostando do estilo e usando ele sempre. Não sou nenhuma modelo e nem tenho o corpo "perfeito" vivo sempre engordando e emagrecendo e mudando o corte do cabelo mas me sinto bem como eu sou e espero que com este post muitas meninas que ficam tristes por não ser como uma it girl aprendam a se aceitar como são.

  Isso é papo sério, não é novidade para quem acompanha o blog que eu sempre escrevo algo falando em como o "corpo ideal" ou "estilo ideal" tem machucado centenas de meninas no mundo todo.

  Sou baixinha e em alguns tempos gordinha sim, e eu me amo.

  E você?

quinta-feira, 4 de julho de 2013

Filme: Meu namorado é um zumbi


  Você provavelmente deve ter ouvido falar nesse filme que esteve a pouco tempo nos cinemas, confesso que por muito tempo me neguei a assistir, pois nunca gostei de assistir coisas de zumbi, sempre achei algo muito sem sentido, até mesmo para o cinema, quanto mais uma garota que namora com um zumbi.

  Meu namorado assistiu o filme e indicou para assistirmos juntos, confesso que estava sem um pingo de vontade e mesmo com ele afirmando que o filme era legal eu ainda não acreditava nesse hipótese de um namoro entre uma humana e um zumbi que come cérebro fosse algo divertido de assistir.

  Pois bem, assisti o filme e adorei. Na verdade a história não era tão absurda quanto eu pensava.

  O zumbi principal, chamado de R pois ele não lembra o seu nome, após muito tempo vivendo na cidade devastada e comendo cérebros voltou a pensar, fez de um avião sua casa, e começou a pensar no amor, em seu tempo como humano e tentava se lembrar de quando estava vivo. A garota (não lembro o nome dela) fica com os últimos humanos em uma parte da cidade que não foi afetada, cercada por muros, e seu pai é uma espécie de chefe que comanda tudo por lá, ela vai com alguns outros jovens a cidade para pegar mais remédios, porém enquanto eles estão no local são atacados por zumbis, R come o cérebro do namorado da moça e vê as lembranças dele com a garota, despertando ainda mais os sentimentos humanos que já estavam sendo despertados nele. R esconde a garota e a leva até sua "casa", e cuida dela.

  Durante o filme eles não são namorados, ele gosta dela pois o "efeito zumbi" está se desfazendo, ou seja ele está cada vez mais humano, enfim...a história vai rolando e eles só namoram mesmo no final. O que para mim foi algo muito aceitável porque não dá para namorar com um zumbi né gente? Além dele querer o tempo todo comer seu cérebro (eca) o bicho ainda fede para caramba.

  Se você estava como eu, achando que o filme conta uma história absurda e sem noção, agora já sabe que a história não é tão maluca assim, eu recomendo o filme. Não é uma produção como a de Harry Potter, maaaaas ainda assim é bom de assistir.

  Confira algumas fotos do filme:


A garota fingindo ser zumbi
R  (de vermelho) trazendo a garota para a sua "casa"


R já quase humano

Quando R descobre que voltou a ser humano após levar um tiro do pai da namorada