segunda-feira, 29 de abril de 2013

Coração angustiado


  É tão ruim quando estamos aflitos ou ansiosos por alguma resposta não é mesmo?

  Não temos vontade de dormir, e a noite apesar do sono não conseguimos parar de pensar em nossa causa e imaginar o que pode acontecer. Isso realmente é uma sensação terrível, isso quando esses sentimentos não vem acompanhados de uma dor de estomago.

  O que fazer diante dessas circunstancias?

  Tenho que admitir que ainda não tenho uma resposta para isso, mas me encontro em uma situação dessas, esperando por uma resposta que irá influenciar meu dia a dia de maneira drástica, e para acalmar minha ansiedade a única solução que eu vejo é crer.

  Crer que Deus está comigo e independentemente das coisas que acontecerem ele continuará perto de mim, e que se tal coisa aconteceu foi porque assim ele quis. Muitas vezes não entendemos o porque das coisas, achamos que de nossa maneira seria muito melhor, porém é necessário amar a Deus de verdade, o amor produz a confiança, que nos traz a fé.

  A Bíblia nos diz que TODAS as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus (Romanos 8:16), não é apenas um ou outro fato que acontecem que coopera para o nosso bem, mas sim TODAS AS COISAS, basta confiarmos em Deus e agirmos de maneira reta.

  Você que assim como eu está aflito por alguma coisa, descanse no Senhor, creia e confie, mesmo quando tudo diz que não Ele nos encoraja e nos da força para conseguir continuar em frente.



sexta-feira, 12 de abril de 2013

Os tempos


  Impressionante como mudamos em aparentemente tão pouco tempo, o que são dois anos de uma vida? Se pensado no tempo futuro pode parecer muita coisa, mas quando olhamos para trás e analisamos os acontecimentos dos últimos dois anos vemos que os dias passaram tão depressa, tanta coisa em nossa vida mudou sem que percebemos.

  Sinto saudades dos meus amigos que "ficaram para trás", mas o que fazer? Há um grande número de pessoas que se tornam especiais para nós e até mesmo marcam a nossa vida, mas talvez por algo do destino elas ficam para trás perdidas e presas nas lembranças daquele tempo que passou assim como tantos outros. É estranho lembrar dessas pessoas com tanto carinho, e até mesmo amor e concluir que tudo aquilo passou, mesmo que tentem se reaproximar não é a mesma coisa dos "velhos tempos". Tantas situações e amigos que pensamos serem para a vida toda passaram assim como um suspiro. Admito que tudo isso ainda me é muito estranho.

  E o que dizer quando o nosso interior muda, amadurece? Tínhamos uma linha de pensamento que era tão certa para nós, mas o tempo passa e refinamos aquelas ideias, agarrando algumas como se nossa vida dependesse delas e outras deixando de lado, pois não eram mais necessário ou porque eram um peso extra que não fazia sentido carrega-lo.

  O que falar do estilo de vida? Passamos muito tempo frequentando lugares que apelidamos carinhosamente de nossa segunda casa, e de repente parece que ele perde a graça, o sentido. Passamos meses, e até mesmo anos usando as mesmas roupas e de uma hora para a outra fica difícil acredita que um dia tivemos coragem de usar uma coisa daquelas.

  Já disse muitas vezes isso, mas ainda continua muito difícil para mim entender essa tal coisa do tempo, que ele passa e leva consigo as coisas velhas e nos traz os novos, talvez o problema seja que nos apegamos demais ao que é velho, seguro, já conhecido por nós e sentimos medo, insegurança do futuro que ainda não conhecemos. Creio que esse medo é algo inevitável e que essa sensação me acompanhará pelo resto da vida, pois apesar de não compreender e nem aceitar muito bem esse vai e vem dos tempos em nossas vidas, aprendi que o tempo sempre passa, assim como nós também passaremos desta vida.