domingo, 27 de outubro de 2013

Coelhinha Lili

  Depois de um final de semana muito ocupado e com pouco tempo de descanso cá estamos nós (eu e Lili) muito cansadas!

  Desculpem por minha ausência nos últimos dias, mas eu estava trabalhando muito e determinada a bater a meta (sabe como é né?) e com isso também fiquei muito estressada e cansada querendo apenas dormir quando chegava em casa, espero que as últimas semanas sejam mais tranquilas e eu esteja presente aqui mais tempo.

 Boa noite e lambidas da Lili.



Fiz o Enem de novo e...

  Nesse final de semana fiz a prova do Enem pela segunda vez, a primeira fiz em 2011 e se comparando com a outra prova achei essa mais fácil do que a primeira, talvez não tenha sido as questões que estavam mais fáceis mas sim o fato de eu ter amadurecido nesse espaço de tempo.

  Foi uma experiência boa e sinceramente espero que dê tudo certo que eu consiga uma bolsa novamente só que dessa vez eu goste do curso que escolhi.

  Algo mais comum do que pensamos são jovens escolherem cursos sem terem certeza de que é realmente o que querem apenas porque se sentem pressionados pela família e sociedade, e eu fui uma delas, na hora de escolher o meu curso optei pela "clássica" administração pensando em que mesmo eu não tendo tanta certeza de que queria aquilo pelo menos teria facilidade em arrumar emprego. Grande bobagem, do que adianta ter essa facilidade se você não gosta do que estuda e não deseja seguir a carreira? Quando você vai "arrastado" para a aula e pensa o tempo todo no porque você realmente estava lá.

  Na minha sala de provas havia dezenas de Danielle (sim, com dois l e e no final algo que achei que não era fácil de encontrar) e vários Danilos. As Danielle mais velhas (com mais de 19 anos) estavam em sua maioria assim como eu prestando a prova novamente pois tinham decidido mudar de cursos.

  Tenho pensado muito nos últimos dias como quanto fui boba em me deixar pressionar a tomar decisões que na época eu não estava pronta e acabei perdendo tempo. Agora que estou um pouco mais madura do que na época uma das coisas que aprendi foi que EU faço a minha vida, as pessoas me dão conselho e até mesmo exigem respostas e atitudes de mim mas sou EU e mais ninguém que devo decidir o que e quando fazer quando eu estiver preparada e quando achar melhor para mim.

  Sempre fui muito ansiosa e minha mãe sempre me alertou sobre isso. quase sempre me preocupo exageradamente com situações que não precisam de tanto, mas aos poucos estou melhorando, para mim a ansiedade é como se fosse um vício, difícil de largar, que parece que se eu não me preocupar e querer apressar as coisas elas vão sair do controle e tudo irá dar errado. Decidi viver uma situação de cada vez e estou feliz de conseguir passar novamente pelo Enem intacta.

  Espero que você que está lendo esse texto e está terminando a escola agora consiga me entender e pensar com mais cuidado e responsabilidade em sua escolha. Agora que você está terminando a escola começa a sua vida adulta, da qual terá que trabalhar e começar novos ciclos sociais e responsabilidades sabendo que essa é a sua vida e que as escolhas a serem tomadas tem de ser decididas por você pelo o que você realmente quer para seu futuro. Não desperdice seu tempo.

  Beijos!

segunda-feira, 21 de outubro de 2013

Dani Fernandes no Twitter!

  Como quem segue o blog pelo Twitter deve ter percebido eu não estou mais postando no @CortandoTrancas, cuidar do blog, meu twitter e a página do blog no Facebook estava sendo demais para mim e por isso informo que estou usando apenas o meu Twitter pessoal e a página do Facebook para divulgar o blog.

  Quem ainda não me segue é só clicar.

 http://cortandoastrancas.blogspot.com.br/

  Beijos.

sexta-feira, 18 de outubro de 2013

Nova música do Luan Santana

  Para quem ainda não ouviu:

  Tudo o que você quiser- Luan Santana


Desabafo


  Olá queridos, espero que estejam bem.

  Hoje estou aqui para desabafar por algo que me deixa triste muitas vezes.

  Creio que Deus está sempre cuidando de mim e de todos nós, e crendo nisso como eu posso me desesperar diante das dificuldades, como posso perder o controle de minhas emoções quando creio verdadeiramente de que Deus não se esqueceu de mim e que SEI QUE TUDO DARÁ CERTO, por esse motivo mesmo diante de tantos problemas eu continuo calma, realista sem deixar o desespero ou o medo tomarem conta e para algumas pessoas sou ditada como fria, insensível e até mesmo ruim.

  Deixo claro que eu não sou alguém sem sentimentos, é claro que eu me preocupo com os problemas da minha vida e até mesmo da vida dos outros mas não deixo que meu medo me sufoque e isso afete meu dia a dia, saúde e minhas obrigações.  

  Posso imaginar que não sou a única a passar por isso, e confesso que fico muito chateada das pessoas pensarem essas coisas de mim, mas o que fazer se não continuar confiando em Deus com a certeza de que tudo vai dar certo? Eu me preocupo com os problemas sim, mas de maneira diferente, como por exemplo trabalhando todos os dias para pagar minhas contas.

  Gostaria de poder dizer no final deste post algum conselho como os dos livros de auto ajuda, mas o que dizer além de "continue a seguir em frente olhando para Jesus"?

  Se você que está lendo esse post também passa por isso saiba que não é o único.

quarta-feira, 16 de outubro de 2013

Atualizações sobre a coelha Lili

  Olá pessoal!

  Como vocês podem acompanhar na nova tag do blog "Coelhinha Lili" e "Coelho anão" a quase três meses tenho como companheira e filha a adorável coelha Lili. Vamos aqui a algumas atualizações sobre a minha pequenininha.

  Ela entrou na adolescência a cerca de um mês e ficou bem rebelde, dando mordidinhas quando fazíamos algo que ela não queria e nos arranhando quando levávamos ela de volta para seu cantinho (área de serviço), mas como ela já está quase no final da adolescência essa fase de rebeldia também está no fim, na última semana ela parou de morder e arranhar e obedece a pequenos comandos como o de ir para a gaiola, sair de algum lugar e vir atrás de nós.

  Confesso que até pouco tempo eu tinha preconceito quanto a ter um coelho em casa, achava que este era um bichinho que não iria nos corresponder e tal, quase como um peixe, porém eu estava redondamente enganada, eles são bichinhos muito adoráveis, tem personalidade e são muito carinhosos, não posso dizer que são como cachorros, mas admito que sua personalidade me lembra muito a dos gatos.

  Indico ter um coelho anão a quem está procurando por algum animal para se ter em casa, porém não posso deixar de dizer que ele exige cuidados sim, como cortar as unhas, comprar uma boa gaiola para ele poder fazer suas necessidades, ter um espaço para que ele possa ficar solto sem correr perigo, ou seja, longe de fios e buracos onde ele possa ficar preso, pelo menos dar duas horas de atenção a ele num dia, e claro arcar com as despesas de comida, granulado, feno e verduras. Mas também tenho que admitir que se comparado aos gastos de um cachorro no mês o valor que você investe é bem menor.

  Outra coisa que me surpreendeu em ter um coelho anão de estimação foi o fato deles não federem, eu amo animais, especialmente cachorros mas vamos ser sincero, por mais que você de banho toda semana, limpe sua casa todos os dias, limpe as partes intimas do cachorro todos os dias e suas patas após levar pra passear, a casa de quem tem cachorro e o próprio cão sempre tem aquele cheirinho peculiar deles, porém o coelho não fede, a Lili está com 5 meses de vida e até hoje não sabe o que é um banho de água e sabão, porém você pode meter o nariz em meio ao pelo dela e não sentirá nenhum fedor, isso é porque assim como os gatos eles se lambem o tempo inteiro, mas mesmo assim é necessário limpar a parte intimas dele, pois se ele ficar em cima do xixi pode causar queimaduras.

  Eles são inteligentes e aprendem logo a usar apenas a caixinha para fazer suas necessidades, o melhor é colocar o granulado na caixinha, que são cubinhos de madeira que ao terem contato com o xixi ou água eles absorvem e viram pó fazendo com que não fique cheirando, e o cocô deles é durinho e não fede. Como a Lili só usa a gaiola para fazer as necessidades eu coloquei a grade em cima para que ela não tenha contato com suas fezes ou xixi.

  A alimentação também não tem muito segredo, duas vezes ao dia a ração própria para coelhos, feno disponível o dia todo (para distrair e ajudar a eliminar os pelos que eles ingerem ao ficarem se lambendo), verduras e legumes (menos alface que dá diarréia e pode matar seu coelho em 24hr) e frutas não em tanta quantidade quanto as verduras para não dar diabetes.

  Veja algumas fotos que tirei no dia em que ela chegou, ela era tão pequenina.


  Nos dias mais frios em São Paulo eu costumo deixar a caixinha dela no meu quarto e ela adora aproveitar para tirar uma soneca na minha cama.


  Vejam só como ela já cresceu e trocou os pelos.


  Esse é o espaço onde ela fica quando eu não estou em casa e como ela adora quando limpo a gaiola.


  Bem, por hoje é só. Em breve posto mais sobre algumas raças.

  Beijos!

sábado, 12 de outubro de 2013

Óculos novo!

  Olá! Sei que já faz algum tempo que não passo por aqui e mais uma vez peço desculpas, como todas as pessoas também passo por fazes mais dificeis que exigem mais de mim, e também tenho dedicado mais tempo a mim, mas enfim....venho cá mostrar meu novo óculos.

  Já devem ter visto por aqui eu com meu antigo óculos, um modelo bem discreto e de armação pequena, com ajuda da  minha mãe escolhi um modelo  maior, importado e de uma marca bastante conhecida. Adquiri o modelo no Shopping Pátio Higienópolis em São Paulo, quem estiver a procura eu indico a Ótica ABC pois sendo bem sincera as outras eram bem carinhas e tinham os mesmos modelos, a não ser que você não ache um óculos de quatro  mil reais absurdamente caro.

  Enfim, dei uma passada apenas para mostrar a vocês meu novo queridinho.

   Beijos