quinta-feira, 29 de agosto de 2013

Calejadas.


  Com o passar dos anos e as dificuldades acabamos nos acostumando com elas, e aos poucos deixando de sofrer, isso por vezes me parece muito estranho, e para quem olha de fora até me chama de fria e sem sentimentos, o que não é verdade. Quem passa sempre por problemas e dificuldades sabe, que com o tempo você se acostuma, fica mais forte e sabe que aquela situação vai passar, ela sempre passa.

  A dor está ali, sempre esteve, e sempre estará nas dificuldades, o medo também nos faz companhia constantemente, mas após tantas experiencias aprendemos a minimiza-los e ignorar-los, criando uma espécie de torpor onde vemos e não sentimos nada na superfície do nosso ser, fica tudo ali escondido, trancado a sete chaves.

  A bíblia e várias pessoas me disseram que não adianta ficarmos falando sem parar de nossos problemas e agustias, a não ser com o nosso Pai que nos vê e escuta até mesmo o nosso silencio. Aprendi que chorar só se for na presença de Deus, sim, tem pessoas que nos ajudam, mas o que já aprendi de maneira dolorosa é que ninguém, eu digo NINGUÉM vai fazer por você o que Deus pode fazer, Ele cuida de nós e se preocupa mais do que qualquer outra pessoa, mais do que amigos, namorado ou até mesmo nossos pais.

  É triste quando percebemos isso, mas a vida é assim, bom seria se antes da gente crescer alguém pudesse nos ensinar de fato talvez a gente sofreria menos...mas fazer o que, se é assim que a vida tem que ser, o que nos resta é nos fortalecer em Deus e continuar em frente, pois voltar atrás e ficar parado não leva a nada, como diz a Dora do filme Procurando Nemo "continue a nadar, continue a nadar, nadar,nadar".

 Deus abençoe!

Nenhum comentário:

Postar um comentário