segunda-feira, 15 de julho de 2013

Sou eu sem você


  Não entendo como as horas passam depressa quando estou com você, como tudo parece mais alegre, e até mesmo colorido quando estamos juntos, tudo parece que dá certo quando estamos juntos, como estar em um parque e um mendigo começar a tocar violão e cantar maravilhosamente bem músicas do rock internacional, horas e até mesmo dias passam voando, mas quando chega o momento de nos separar (e como dói esse momento), os dias passam lentamente, confesso que talvez a culpa seja minha que conto os dias e até mesmo as horas que faltam para te ver novamente.

  Segundo o relógio as horas passam iguais, uma hora sempre tem sessenta minutos, porém quando estou com você isso parece mudar.

  Acho que finalmente entendi o que minhas amigas que noivavam me explicavam. Elas me diziam que chega um momento da vida e do relacionamento em que você quer estar mais tempo junto a ele, que quando você chega em casa sozinha, vê que aquela continua sendo a sua casa, mas agora sente mais do que nunca a necessidade de ter um lar. Chega o momento em que se despedir do amado passa a ser uma missão cada vez mais difícil, o coração fica apertado, triste e a cada despedida destaca-se mais a necessidade de se ter um lar, um novo lar, para que não haja mais despedidas.

  Hoje entendo que esse sentimento é algo natural da vida, que todos que amam terão que passar, mas como tudo na vida, temos que enfrentar os maus momentos e saber esperar pelo momento certo de se ter um lar, e é claro, trabalhar (e muito) para tornar o nosso sonho realidade.

  Enquanto espero esse momento chegar, infelizmente continuarei sentindo a sua falta e ficando triste a cada despedida, mas isso só me dá motivos para te amar cada vez mais e mais e esperar por dias melhores ao seu lado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário