terça-feira, 15 de maio de 2012

Problem?


  Outro dia estava comendo numa padaria antes de ir para o trabalho, e havia um homem sentado ao meu lado, não trocamos uma só palavra, ele comeu o que ele pediu e eu o meu, quando terminei de comer, encontrei com ele, que já havia ido embora, esperando o farol abrir para atravessar a rua, ele olhou pra mim e sorriu, e eu sorri de volta, pois afinal, temos que ser gentis não é mesmo? Então ele me diz: "caramba, você come,hein? Comeu dois salgados!"

  Ao ouvir isso eu fiquei com a mesma expressão do que a menina da foto, por alguns instantes fiquei fora do ar, pensando "como ele ousa? O que ele tem a ver? Eu comprei os salgados com o meu dinheiro, o que ele tem a ver com isso? Ele nem me conhece!" entre outros pensamentos do tipo.

  Fiquei mesmo impressionada em ver como o cara, que nem me conhece estava prestando atenção no que eu comia. E infelizmente, coisas assim é mais do que normal acontecer.

  Um dos benefícios que o trabalho trás é o dinheiro, poder gasta-lo sem dar explicações, e o melhor de tudo, aquele dinheiro é seu, não teve que pedir a ninguém. É claro, temos que ser sensatos em onde e como gastamos o nosso dinheiro, mas há certas pessoas, que não são nem familiares ou amigos, mas que vivem "metendo o bedelho" onde não são chamadas.

  Quando passamos por uma situação como a que eu passei, onde um estranho, uma pessoa da qual não tinha nenhum tipo de relacionamento se não a de um desconhecido, se mete na sua vida sem você dar permissão, sentimos ira, não é mesmo? Ou só eu que fico super irritada com isso?

  Mas diante de uma situação como essa, que o fogo da ira sobe pelo nosso corpo, nosso pensamento dispara com um monte de coisas que poderíamos dizer a quem provocou a nossa ira, vejamos o que a Bíblia nos ensina.

Quando vocês ficarem irados, não pequem; ao deitar-se reflitam nisso, e aquietem-se. 
Salmos 4:4


  Irar-se e ficar bravo é normal, afinal somos seres vivos, e não uma pedra, mas o problema estão nas atitudes que tomamos baseados nesse sentimento.

  Em um outro post, falei aqui sobre parar o pecado no ar ( você pode ler clicando aqui ) e é isso o que temos de fazer quando sentirmos a ira bater a nossa porta, temos que orar, assim estaremos parando o pecado no ar, sem deixar com que ele nos atinga.

  Bem, comecei escrevendo esse post, sem nenhuma grande pretensão, apenas lembrei do que aconteceu comigo quando vi a foto acima, e comecei a escrever, e veja só, acabei terminando falando em "irei-vos porém não pequeis", sei que há um motivo para o texto ter tomado a proporção que tomou e dou glória a Deus.

  É isso...vamos parar o pecado no ar, irar todos estamos sujeitos a isso, mas o pecado está nas atitudes que tomamos, seja chingar e amaldiçoar uma pessoa, desrespeitar os pais ou murmurar.

  Aproveito este post para agradecer a vocês que sempre tem acompanhado o blog, glória a Deus pela vida de vocês, escrever aqui se tornou parte da minha vida, se passo um dia sem postar já fico com saudades, hehehe. Amo vocês! Ah, não esqueçam de seguir o blog, não é necessário ter conta no Blogger parar poder seguir, basta ter uma conta Google, Twitter, ou Yahoo.

  Deus abençoe.

Nenhum comentário:

Postar um comentário