segunda-feira, 15 de junho de 2015

Dica de filme: Jurassic World


  Sim, um clássico voltou!

  Fiquei muito animada quando vi o trailer do filme, e nesse final de semana tive a oportunidade de assistir.

  Como já era de se esperar o filme conta com muitos efeitos especiais de boa qualidade, a história te prende o tempo todo e as cenas de ação ocupam a maior parte do tempo, não nos dando a oportunidade de ficar enjoado.


  O ator Chris Pratt está como um dos papéis principais do filme, para quem não sabe ele também interpretou no filme Guardiões da Galáxia e mais uma vez não deixa a desejar.

  Jurassic Word é um parque aclamado pelas pessoas, localizado em uma ilha e que dispõe de muita tecnologia para a segurança dos animais e das pessoas. Mas como todos sabem, no mundo dos negócios as pessoas querem mais e mais dinheiro, e para aumentar o número de visitas e o lucro do parque, o dono decide pedir para um cientista (maluco) criar uma nova espécie de dinossauro, maior e mais violenta, para chocar o público e ser um sucesso no parque.

  Eles criam então dois filhotes, porém a fêmea mata o irmão e cresce isolada do contato de outros animais por vários anos, até que chega o momento de mostra-la ao mundo, porém o dinossauro começa a enganar os funcionários com habilidades jamais vistas, Claire (a ruivinha) pede ajuda para o personagem de Chris Pratt para ajudar a garantir a segurança do parque contra a fera.

  Logo Chris percebe que a nova atração do parque é mais perigosa do que imaginam, ela manipula situações para literalmente comer as pessoas, tem habilidade de esfriar seu corpo para não localizarem-a, consegue escalar muros, criar pistas falsas, e tudo o que for preciso só para comer pessoas e matar animais.

  A equipe procura o cientista (maluco) que desenvolveu o DNA da fera, e ele se recusa a dizer do que ela foi feita a não ser que ela é um hibrido de T-Rex com outras combinações, porém a realidade é que nem o criador dela sabe o que ela pode fazer.

  Começa então um conflito de interesses, pois o personagem de Chris conseguiu a confiança de outros dinossauros para obedecer ele, e há uma equipe (de malucos) que querem usar os dinossauros na guerra como uma máquina de matar.

  No meio dessa confusão o dinossauro hibrido fugiu de sua jaula, tirou seu rastreador (espertinha), e por onde passa deixa destruição e seres mortos. As pessoas que estão no parque ficam presas todas contidas em uma parte da ilha, que é para onde o hibrido está indo.

  Para variar, os dois sobrinhos de Claire (administradora do parque) se perdem pela floresta e quase são mortos várias vezes, enquanto isso a hibrida do T-Rex além de matar tudo o que vê pela frente acaba soltando outros dinossauros que comem as pessoas e colocam mais caos.

  O personagem de Chris Pratt parece ser o único que respeita os animais e se preocupa com eles, os animais confiam nele, e descobre neles uma ajuda para combater o outro dinossauro assassino.

  Infelizmente não posso falar aqui como o filme termina, mas já posso adiantar que o final dele me lembra ao final do filme do Godzilla, onde um clássico da história aparece e resolve todos os problemas do filme e você fica pensando "ó meu Deus, como não pensei nele?".

  Eu adorei o filme e indico a todos, além de toda ação ele também tem alguns momentos engraçados para aliviar um pouco a tensão, risos.

  Confira abaixo o trailer do filme.


  Atenção queridas leitoras, para quem ainda não sabe, eu criei um perfil do blog no Facebook, onde sempre atualizo e converso com vocês, se você gosta do blog e quer se manter atualizada de todas as novidades, então me adicione no Facebook clicando aqui.

Nenhum comentário:

Postar um comentário