segunda-feira, 8 de junho de 2015

A morte do Ken Humano


  Há alguns dias um rapaz que eu gostava bastante morreu, você pode estar se perguntando porque eu gostava de um homem que queria ser igual a um boneco, eu não sei, e confesso que acho esse sonho esquisito mas, o rapaz Celso Santebañes parecia ser muito educado e doce.

  Celso era mais conhecido como Ken Humano, ele passou por muitas cirurgias para se parecer com o boneco, há cinco meses ele lutava contra uma forte leucemia mas não resistiu e morreu aos vinte anos de idade.

  Ele descobriu que estava doente pois começou a apresentar várias manchas roxas nas pernas, e ele achou que estava com complicações devido ao uso de hidrogel, ao passar nos exames descobriu que estava doente, e quando começou o tratamento de quimioterapia ele se viu sem nada, toda aquela vaidade, tudo o que ele lutou por anos para conquistar de repente não valia de nada.

  Em pouco tempo de tratamento ele ficou quase irreconhecível e nas entrevistas admitiu o medo de morrer e que toda aquela vaidade que ele teve por toda a sua vida não valeu de nada, quando ficou doente ele descobriu que há coisas mais importantes do que o mundo da luxúria e vaidade.

  A morte dele realmente foi uma notícia triste para mim, eu torcia para ele se recuperar, e essa história me fez reavaliar minhas prioridades.

  Conquistar muitas coisas aqui na Terra é ótimo, temos que curtir a vida, é bom andar com roupas novas e na moda, se sentir maravilhosa após dar aquele trato no cabelo, mas será que essas coisas mundanas são tão importantes e valiosas assim?

Lucas 12:33-34 "Vendei vossos bens e dai esmolas. Fazei bolsas que não envelheçam; tesouro no céu que jamais acabe, onde o ladrão não chega e a traça não destrói. Pois onde estiver o vosso tesouro, ai estará também o vosso coração."

  É ótimo viver aqui na Terra, ter coisas da moda, uma bela casa num bairro legal, comer em restaurantes bons, ter o carro do ano, mas será que isso é mais importante do que tudo? A vida da volta, e essas coisas fisicas podem se desfazer, e quando isso acontecer o que faremos de nossa vida?

  Não podemos deixar para perceber que essas coisas de vaidade e luxúria não tem tanto valor quanto pensamos só quando estivermos na pior, as vezes pode ser tarde demais.

  Estar com a família, com as pessoas que ama e fazer bem ao próximo nos da experiências, sentimos e lições que não podem ser compradas, e quando tudo passar, o dinheiro e a saúde o que ficará foi a marca que nós deixamos nas pessoas, as boas ações que fizemos.

  Nada aqui nessa terra é eterno, então será que vale a pena um pai de família se dedicar mais ao trabalho do que a sua esposa e filhos? A beleza da juventude vai embora logo, assim como a saúde um dia também irá, será que vale a pena toda a vaidade?

  Como minha mãe diz, vida aqui na Terra só temos uma, não poderemos recuperar nem um minuto que se passou, por isso temos que viver da melhor maneira possível e buscar não só acumular tesouros aqui, mas principalmente no céu, pois lá ninguém pode rouba-lo nem danifica-lo.

  Qual tem sido a sua prioridade?

  Atenção queridas leitoras, para quem ainda não sabe, eu criei um perfil do blog no Facebook, onde sempre atualizo e converso com vocês, se você gosta do blog e quer se manter atualizada de todas as novidades, então me adicione no Facebook clicando aqui.

Nenhum comentário:

Postar um comentário