terça-feira, 23 de junho de 2015

Antes só do que mal acompanhado


  Todas nós já ouvimos pelo menos uma vez o provérbio "antes só do que mal acompanhado", eu pelo menos ouvi muitas vezes da minha mãe, e confesso que só pude compreende-lo a poucos anos.

  Estar sozinho não é ruim, o pior é estar cercado de gente e ainda assim se sentir solitário. Estar sozinho não significa que você é um coitado solitário, e nem estar cercado de amigos quer dizer que eles estarão do seu lado quando precisar.

  Nesses anos de mudança e amadurecimento eu tive a oportunidade de viver diversas situações que provaram como esse ditado é verdadeiro, fiquei chateada na maioria dos momentos, mas essas experiências contribuiram para o meu amadurecimento.

  Eu era uma pessoa que tinha uma vida social bastante movimentada, eu não ficava em casa nenhum final de semana, sempre bolava programas malucos com os meus amigos, até que comecei a notar alguns detalhes, e quando tive uma dificuldade na vida, adivinhem só, nenhum dos meus amigos perguntou se quer se eu estava bem, ou o que estava acontecendo comigo por eu ter sumido.

  Esse foi o primeiro grande baque e ensinamento que eu tive, aprendi que nem todos que sorriem para nós e dormem na nossa casa são amigos de verdade, a maioria na verdade só está interessada nos bons momentos que pode ter junto com você e não se importam de verdade contigo, não passam de grandes egoístas que só se preocupam com o seu próprio bem estar e em promover sua imagem de santo e bom para os outros.

  O meu segundo baque foi perceber que as vezes nem com a sua própria família pode contar, nem sempre ter laços de sangue ou levar o mesmo nome quer dizer que vocês são uma família mesmo. Algumas pessoas que estão lendo esse texto podem achar que estou exagerando, mas pare para pensar, todas nós temos pelo menos um primo distante que "não fede e nem cheira" e que você não sabe nada sobre ele, ou ainda pior, quem nunca percebeu que seus parentes só estavam querendo mostrar suas condições financeiras e aumentar seu próprio ego, e quando você precisou de ajuda eles disseram que não podiam ajudar.

  Hoje, tenho um grupo de amigos pequeno e seleto, e apesar de ter muitos parentes, poucos são os que considero de fato como minha família. É claro que ainda tenho contato com meus antigos amigos, e parentes distantes, mas não deixo mais de ficar com quem está sempre comigo para ir a encontros e reuniões onde tudo o que importa é manter as aparências.

  Não queira estar em ambientes bonitos onde todos fingem que se amam, e sim com aqueles que você sabe que realmente pode contar. Mas aviso que provavelmente será julgada de fria ou de metida, porém não há nada melhor do que estar no lugar certo com as pessoas certas, na vida vale mais a pena cultivar flores reais do que flores falsas de plástico.

  Isso vale até mesmo para relacionamentos amorosos. Enquanto não aprendermos a ser feliz sozinhos, nos amar, conseguir encontrar paz e felicidade numa tarde de domingo sozinha, então será mais difícil de ser feliz mesmo estando cercada de pessoas.

  Perceber a veracidade desse provérbio nos deixa chateados, é verdade, mas ter esse amadurecimento vai te livrar de muitas situações indesejadas e sofrimentos futuros.

    Atenção queridas leitoras, para quem ainda não sabe, eu criei um perfil do blog no Facebook, onde sempre atualizo e converso com vocês, se você gosta do blog e quer se manter atualizada de todas as novidades, então me adicione no Facebook clicando aqui.

Um comentário:

  1. Adorei esse post. Fala muito de mim nele! Eu simplesmente escolhi algumas amizades. E quem muito só recebia criticas, eu me afastei de vez. Acho que só vale a pena ficar perto de quem nos ama. <3
    bjoos
    http://helenpinkblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir