quarta-feira, 15 de maio de 2013

Corajosa como Ester


  Ester foi uma mulher de Deus tão especial que tem um livro na Bíblia só dela, além dele hoje em dia existem dezenas de filmes e até uma mini série que conta a história dela.

  Para quem ainda não leu a história dela, aqui está o link do livro na Bíblia Online: Livro de Ester, são apenas dez capítulos.

  Na Pérsia havia um rei muito poderoso chamado Assuero que tinha como rainha sua esposa Vasti, em seu terceiro ano de reinado ele deu um banquete para todos oficiais, alguns chefes de exército e todas as pessoas que o serviam, naquela época banquetes assim duravam dias, e depois de muita bebedeira ele quis mostrar para os outros como a sua esposa era formosa, e ordenou que os eunucos fossem chamar Vasti, porém ela rejeitou o chamado do rei, fazendo-o passar vergonha na frente dos outros, e ele ficou tão bravo que tirou Vasti do posto de rainha e seus conselheiros orientaram-o a convocar TODAS as virgens formosas da cidade e escolher dentre elas a que mais o agradava.

  Longe de todo esse "glamour" e poder, morava em Susã morava Hadassa (Ester) com o seu primo judeu Mordecai, seus pais haviam morrido e seu tio a criou. Logo quando a ordem do rei foi dada Ester foi uma das moças levadas para o harém e o primo orientou-a a esconder que era judia.

  Ester não teve escolha, fora obrigada a ir para o harém e a melhor coisa que poderia fazer para melhorar sua situação era se tornar rainha, pois se não iria ficar no harém para sempre. Mesmo assim, nessas condições não tem relatos na Bíblia dela reclamando de sua situação.

  Ela acaba se tornando rainha, e como sempre na nossa vida tem alguém que quer complicar tudo Hamã, que era primeiro ministro do rei, quis matar Mordecai (primo de Ester) pois ele não se prostrava nem o temia como os demais, por isso fez com que o rei assinasse uma ordem em que em determinado dia todos os judeus seriam destruídos.

  Após conversar com Mordecai, Ester, suas servas e o povo judeu jejuam por três dias antes de ela se apresentar ao rei, naquela época quem não fosse chamado por ele e ele não estendesse o cetro era condenado a morte, mesmo assim corajosa ela entrou na presença do rei e ele estendeu o cetro para ela. Alguns jantares depois ela conta ao esposo o que Hamã fizera, e furioso Assuero manda enforca-lo na forca que Hamã preparará para Mordecai e dá aos judeus o direito de se defenderem.

  No capítulo 4, verso 14 Mordecai diz "quem sabe você tenha se tornado rainha justamente para ajudar numa situação como esta!".

  Imagino que ser rainha deve ser algo muito legal, mas vejamos por outro angulo. Hadassa provavelmente tinha o sonho de se casar com o outro judeu, formar a sua família, poder viver perto de seu primo, mas de uma hora para a outra foi levada para o harém, sem direito de escolha teve que deixar toda a sua vida e sonhos para trás para fazer a vontade de um desconhecido, correndo o risco de ficar trancada no harém para sempre caso não agradasse Assuero. Imaginem só o tanto de coisa que não deve ter se passado na mente dela, tantas coisas deixadas para trás, um futuro incerto, do qual ela nunca imaginou, e mesmo assim ela não reclamou, encarou tudo corajosamente.

  Quando tudo parecia bem, ela e seu povo são condenados, e mais uma vez com toda a sua coragem ela se apresentou a Assuero para tentar salvar seu povo, mesmo sabendo que ela poderia ser morta.

  Isso me leva a pensar, quantas vezes em nossa vida diante de qualquer obstáculo ficamos com medo, e não reagimos? Quantas vezes nos sentimos sem força para lutar, entregamos os pontos sem ao menos ter tentado.

  Vejam só o que a jovem Hadassa fez, salvou todo um povo com a sua coragem!

  Deus protege e faz com que todas as coisas cooperem para o bem daqueles o amam ( Romanos 8:16), então para que temer diante das tribulações? Sejamos corajosos assim como Ester foi.

  Deus abençoe.

Nenhum comentário:

Postar um comentário