quarta-feira, 19 de dezembro de 2012

Deus perdoa


  Atire a primeira pedra quem nunca fez uma burrada na vida, quem sabia que estava fazendo errado e mesmo assim fez, ou até mesmo que não sabia onde estava se metendo e só percebeu que era uma roubada depois de sentir as consequências desastrosas.

  Você que é cristão e está lendo esse texto pensando que ele não serve para você pois você não bebe, fuma, não faz nada de errado, digo a você que está tremendamente enganado. Aliás, deixo aqui um sentimento, que estou farta de encontrar cristãos que se acham melhores do que os outros e tão puros e sem pecados que pensam ter o direito de julgar os outros, como está na Bíblia ""Por que você repara no cisco que está no olho do seu irmão, e não se dá conta da viga que está em seu próprio olho?
Como você pode dizer ao seu irmão: ‘Deixe-me tirar o cisco do seu olho’, quando há uma viga no seu?
Hipócrita, tire primeiro a viga do seu olho, e então você verá claramente para tirar o cisco do olho do seu irmão. 
Mateus 7:3-5" .

  Confesso que em alguns momentos da minha vida fui pega me sentindo uma "vice querubim", perdida em meus muitos pecados ocultos, mas conhecidos por Deus, depois de muito bater com a cara na parede, aprendi que nós como humanos, falhos pecamos quase todo o tempo, pequenas atitudes erradas que para Deus são pecados, e como todos ouviram dizer pelo menos uma vez "não existe pecadinho e pecadão, é pecado.". Contar uma mentirinha para fazer com que a professora aceite seu trabalho depois da data marcada é pecado da mesma maneira do que usar drogas é.

  Então você diz que já sabe que tem pecado, agora a questão é, você já pediu perdão a Deus por isso?

  Deus enviou seu único filho para nos morrer, ressuscitar e nos dar a vida eterna pois ele sabe o quanto nós pecamos, e cá entre nós, se ficarmos sacrificando animais para remissão dos nossos pecados há centenas de  séculos eles já estariam extintos não é mesmo?

  Viva a graça de Deus, ao Seu amor. Converse com o pai e retorne aos seus caminhos.

  Deus abençoe.

Nenhum comentário:

Postar um comentário