terça-feira, 7 de março de 2017

O meu amor

 
Ele me mostrou o que é o amor.

  Por muito tempo eu andei por aí, achando que um prato de lentilhas podia ser comparado ao verdadeiro amor, aquele que não muda, que dura para sempre, que não busca as suas próprias vontades, nem se alegra com o mau do outro. Eu estava errada.

  Aquele prato de lentilha que eu achava maravilhoso, de repente tornou-se raso demais.

  O que achei que não ia acabar nem mudar, mudou e acabou.

  Me vi sem saída, sozinha, desolada.

  Foi ai que eu o vi.

  Ele estava de braços abertos para mim, e com olhar de compaixão. E sem julgar o meu passado me acolheu em seus braços e me fez descansar.

  Ele me amou e me mostrou o verdadeiro amor, então eu vi que é nesse lugar onde quero ficar.

  Confesso que esse lugar não é glamuroso como a maioria das pessoas gosta, muitas vezes fico sozinha, só eu e meu amado, mas é caminho que não muda, o que é de verdade.

  Quando provei do seu doce amor, percebi que era isso o que sempre busquei em outros lugares e pessoas, e que é nesse lugar que eu quero ficar.

  Depois que iniciamos nosso relacionamento algumas pessoas se afastaram de mim, não gostaram da minha entrega, da nova pessoa que me tornei junto com ele, mas o que posso fazer se eu o amo mais do que todos?

  A minha felicidade, o meu amor possui nome e sobrenome, ele se chama Jesus Cristo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário