domingo, 25 de maio de 2014

Sim


  E quem diria que um dia estaríamos aqui, dois anos depois do "sim", abraçados em casa assistindo um filme qualquer na televisão? Eu particularmente, apesar de ter dito sim naquela época e saber que estava apaixonada por você, não tinha certeza, e nem imaginava algo sobre o nosso futuro, disse sim não pensando no amanhã, mas apenas em como queria estar com você naquele momento.

  Os dias, meses e agora anos estão se passando e confesso que fico impressionada em como o nosso relacionamento continua firme e ainda melhor a cada dia. Sempre li nos livros lindas histórias de amor, mas na vida real sempre me deparei com pessoas que tinham longos relacionamentos e estavam infelizes ou tinham caído na rotina, por isso mesmo sempre sonhando em viver um romance digno de um livro acabei me conformando e rotulando aquele tipo de relacionamento com o da vida real e que todos eram assim. Com o passar dos meses fiquei esperando a "crise" chegar, mas até agora ela não veio e não posso vê-la no horizonte.

  Talvez isso seja culpa do nosso amor, a paixão continua lá, mas aprendi que o amor é muito mais importante, ele é que nos mantem tranquilos, em paz, nos faz pedir perdão quando erramos e ter vontade de fazer diferente para que as coisas corram melhores. O amor nos faz olhar para a pessoa e vê-la linda, mesmo quando ela acabou de acordar e está com aquele pijama velho e desgastado, o amor é tranquilo, não tem aqueles absurdos que a paixão pode fazer, mas nos mantêm ao mesmo tempo com os pés no chão e felizes.

  Com você até os dias ruins são bons, pois tenho o consolo, o afago e o carinho que minimizam a dor, os dias de sol são mais coloridos, e o inverno fica mais quente e bonito quando se tem alguém para estar por inteiro ao seu lado.

  Com o tempo pegamos as manias do outro, me pego frequentemente falando "uai" e você (quem diria) até gosta de fazer compras.

  Quando passamos um tempo separados e nos encontramos é como quando um passarinho encontra o ninho, como se encontrasse a parte de mim que estava faltando, o amor nos faz cantar, nos faz transformar tudo em romance e poesia.

  Obrigada por não ter desistido de mim, mesmo com toda a minha teimosia e o medo que eu tinha de me machucar, você cuida do meu coração direitinho, assim como um dia eu orei a Deus.

  Com amor, para sempre sua, Dani.

Nenhum comentário:

Postar um comentário