segunda-feira, 11 de agosto de 2014

Eu não tenho amigos


  Muitas pessoas se sentem sozinhas e sem amigos, talvez você que esteja lendo esse texto também se sinta assim, porém, cá estou eu para dizer a você para não ficar triste por isso. Em meus poucos mas bem vividos vinte anos descobri que a quantidade de amigos nada tem a ver com a felicidade, pelo menos não com a felicidade verdadeira, pois com o tempo você descobre que não tem tantos amigos como achava que tinha e que a maioria eram só colegas que gostavam de curtir bons momentos com você mas que quando você não está numa posição boa eles se afastam e parece que nunca foram próximos.

  Acontece, é normal. Porém quando essas pessoas se afastam de você por motivos fúteis e você percebe que só estavam interessados em quem você aparenta ser e não com quem realmente é, você deveria até ficar aliviada!

  Com o tempo aprendi a dar valor para os momentos mais simples mas valorosos, aqueles com a família e com os poucos amigos que ficam por perto.

  Também tenho em mim que é preciso respeitar a sua própria personalidade, tem pessoas que são muito comunicativas e estão sempre cercadas por um aglomerado de pessoas contando alguma coisa engraçada, acredito que você que está lendo esse post provavelmente não é assim, e não tem nada de errado não ser uma "celebridade" nos lugares que você costuma a frequentar, cada um tem uma personalidade, e algumas pessoas, como eu e talvez você, preferem ser mais observadoras e ouvir mais, com isso não estaremos sempre nos holofotes porém quando você descobre quem realmente é, acaba se agradando com isso e descobrindo outros prazeres além de estar numa roda de amigos chamando atenção, como estar longe daquela "galera barulhenta" de sua sala ou trabalho e conhecer alguém diferente de todos e que tenha verdadeiramente um papo interessante. São poucos assim, mas os que são compensam vinte amigos "de balada".

  Por algum tempo atrás eu até tentei ser diferente, estar no centro das atenções, mas não estava sendo eu, e descobri que é bem melhor observar mais e falar em momentos oportunos pois evitamos de falar besteiras, observamos as pessoas e sabemos quem é flor que se cheire ou não, e não temos aquela mania feia de querer falar mais alto do que os outros para chamar mais atenção e causar todo aquele barulho de pessoas alimentando seu ego.

  Se por um acaso você está solteira e acha que só será feliz quando estiver namorando com alguém, está enganada minha amiga, não vou negar que namorar, ter alguém do seu lado é muito bom, mas se não aprender a ser feliz sozinha você terá vários problemas no relacionamento, como ciúmes excessivo, insegurança e etc. Apesar de isso ser muito clichê, é verdade.

  Então, o que vale é primeiro você conhecer a si mesma e aceitar que talvez você não seja um tipo de pessoa que está sempre em meio a um amontoado de pessoas, mas mesmo assim é feliz com os poucos amigos que tem, pois não importa a quantidade, mas a qualidade.

  Se por um acaso você é tímido demais e acha que ninguém gosta de você ou que não é boa o suficiente para estar perto de determinadas pessoas, talvez você precise de ajuda, converse com uma pessoa que seja mais experiente ou com um profissional.

  Bem meninas, por hoje é isso, vamos nos amar mais e ser feliz, quando estamos felizes ficamos até mais bonitas.

  Beijos.

2 comentários:

  1. Amei seu post e seu blog! Também gosto muito de escrever e queria fazer psicologia.
    Beijos! Parabéns!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Letícia! Eu amo a psicologia, mas se decidir mesmo estudar isso, se prepare porque tem que estudar muuuuuuuito. Beijos!

      Excluir