domingo, 18 de outubro de 2015

Hábitos que estragam o relacionamento amoroso

  Infelizmente é muito fácil errar em um relacionamento se tornando o tipo de pessoa ciumenta, controladora e consequentemente chata, e como se já não fosse difícil resistir a esse tipo de comportamento, ainda há pessoas que propagam a ideia de que é bonito mulher ser ciumenta, e vivem fazendo piadas quanto ao assunto e o tornando algo aceitável.

  Ter ciúmes é normal, porém há limites de respeito com o próximo e com você mesma que não devem ser ultrapassados, pois sem perceber nos tornamos alguém difícil de aturar, nos colocamos em situações e problemas que vão nos trazer arrependimentos depois.

  Para começar, como já disse muitas vezes aqui no blog é essencial ter respeito como base de um relacionamento, não podemos achar que a pessoa pertence a nós, querer controlar cada detalhe de sua vida e se achar no direito de explodir em raiva quando o outro não faz o que você espera, isso além de ser falta de respeito é muito errado, e irá te dar muita dor de cabeça.

  Não caia na armadilha da mídia de que toda mulher tem que ser ciumenta para defender o seu "macho", a começar que se os dois estão juntos é porque se amam, respeitam e assumiram um compromisso, então você já pode ficar tranquila por isso, e também saiba que se o cara der mancada com você, quem sai perdendo é ele, pois irá perder uma pessoa maravilhosa.

  Já não é novidade para ninguém que muitas esposas acabam praticamente jogando o seu esposo nos braços de uma amante por causa de muito ciúmes e brigas, isso não é uma justifica para uma traição, mas colabora muito, visto que uma pessoa muito ciumenta é protagonistas de cenas muito vergonhas de discussões em público e a dois, e que muitas vezes o homem nem mesmo pensa em outra mulher, porém de tanto a esposa implicar com uma determinada pessoa o cara acaba voltando sua atenção a outra.


  Quando nos comprometemos em estar com uma pessoa estamos ciente das atitudes e princípios que temos de ter, ninguém que está em um relacionamento verdadeiramente sério precisa que alguém ensine conceitos de fidelidade, companheirismo e respeito. Dessa maneira a pessoa que está com você não precisa que você lembre-a todo momento que ela tem de ser fiel, o hábito de cobrar esse tipo de atitude cansa, porque em sua maioria é totalmente desnecessário esse tipo de pedido, mas infelizmente muitas mulheres sofrem de insegurança e acham que se não dizerem isso ao menos uma vez ao dia o seu esposo não irá saber que tem de ser fiel. 

  E por falar em cobrança, esse é um outro hábito comum (e por vezes doentio) em um relacionamento, pois há uma grande diferença entre fazer planos com a pessoa que você ama e querer saber e controlar todos os passos do outro, isso é desrespeitoso, invasivo, controlar o outro pode até te dar uma sensação de poder porém isso é como um câncer em um relacionamento, ele vai chegando de mansinho e vai adoecendo a sua relação.

  Minha mãe sempre me disse que cobranças não adiantam de nada, e que ciúmes não faz um homem ficar com você, se um cara tiver a fim de trocar por outra, ele irá fazer, independente do nível do seu ciúmes e controle, e que por isso devemos cultivar somente as coisas boas do relacionamento, como o amor, confiança e respeito, porém confesso que essa tarefa nem sempre é fácil, algumas pessoas passaram por experiências na vida que as deixam mais inseguras de si e das pessoas a sua volta e por isso são mais ciumentas e controladoras, porém como vocês sabem, boca de mãe é santa, tudo que a nossa mãe fala acontece, eu decidi fazer o que ela me orientava, parar de cobrar e de brigar por ciúmes

  Confesso que não foi fácil tomar essa decisão, mas ela veio em meu coração como um baque, quando decidi que não queria mais sentir aquelas coisas, algo precisava mudar em minha vida e que um relacionamento é importante, mas não é tudo, antes de cuidar de uma outra pessoa eu tenho que cuidar de mim mesma, e então, tomando consciência de como eu havia deixado de cuidar de mim mesma, coloquei um ponto final nos meus medos e insegurança e decidi que a partir daquele dia eu ia combate-los e não deixar eles interferirem na minha vida. 

  Não é fácil, mas também não é impossível, depois que comecei a deixar de lado os pensamentos negativos e cultivar só as coisas boas, descobri um relacionamento muito mais gostoso, e hoje quase nunca brigamos, e se brigamos resolvemos em poucos minutos o problema. 

  Antes, um dos motivos de nossas brigas era ele não me contar sobre seus amigos, não sair em turma, enfim me colocar em outras áreas de sua vida, ele alegava que não me contava sobre certas coisas pois sabia que eu ia ficar com ciúmes e não queria que a gente brigasse, desde então comecei a mostrar para ele que eu tinha mudado, e que ele podia compartilhar comigo as coisas do seu dia a dia que eu não ia mais ser insegura como antes, e o que ganhei em troca? Fazer parte do seu circulo de amigos, ficamos mais próximos e felizes, 

  Essas são algumas coisas que eu aprendi com o tempo que vou continuar a aperfeiçoar a cada dia, não foi fácil aprender essas coisas, pois errei muito para começar a entender esses princípios, Tem alguma outra dica para compartilhar com a gente? Deixe nos comentários!

2 comentários:

  1. Essa história de cobrança é outro erro fatal r comum mesmo! Eu era a rainha da cobrança. Mas como você, resolvi que o ideal era me envolver e ser segura ao invés de ficar cobrando tudo dele. Quando somos firmes e seguras quanto às nossas ideias, acaba q não precisamos cobrar nada. Eles sabem nossa posição então, pra que cobrar né?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. é mesmo... você está certa! Infelizmente nós só aprendemos com a experiência

      Excluir